Papagaio-da-serra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde maio de 2016)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
Como ler uma caixa taxonómicaPapagaio-charão
Amazona pretrei -captive-8a.jpg

Estado de conservação
Status iucn3.1 VU pt.svg
Vulnerável
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Psitaciformes
Família: Psittacidae
Género: Amazona
Espécie: A. pretrei
Nome binomial
Amazona pretrei
Temminck, 1830

O papagaio-da-serra, papagaio-charão ou simplesmente charão (Amazona pretrei), é uma espécie de papagaio endêmica do sul do Brasil, ocorre no Rio Grande do Sul e Santa Catarina, regiões onde existe o pinheiro-do-paraná, de cujas sementes se alimenta. A espécie mede cerca de 32 cm de comprimento, plumagem verde com máscara, encontro, álula e calções escarlates e base do bico laranja. Está ameaçado de extinção. Também é conhecido pelos nomes de charã, charão, chorão, maragato, papagaio-serrano e serrano.

Seu nome científico significa: do (francês) amazona = nome dado a várias espécies de papagaios tropicais; relativo ao Rio Amazonas, relativo a Floresta Amazônica; e de pretrei= homenagem ao artista suiço e pintor de pássaros do Museu de História Natural de Paris-Jean Gabriel Prêtre (1800–1840). ⇒ Papagaio de Prêtre. ou papagaio de Prêtre, da floresta Amazônica.

População[editar | editar código-fonte]

A população do papagaio-charão vem sendo monitorada de maneira sistemática desde 1991, por pesquisadores do Projeto Charão, e os resultados indicam que a população mínima total da espécie, atualmente apresenta um tamanho de cerca de 20.000 aves[1] .

A espécie está intimamente associada às florestas com araucárias do nordeste do Rio Grande do Sul e sudeste de Santa Catarina durante o período de maturação das sementes do pinheiro-brasileiro, principalmente entre março e julho, quando os pinhões constituem o principal item alimentar dos papagaios. Nos demais meses do ano, contemplando seu período reprodutivo, o papagaio-charão distribui-se por uma ampla área, principalmente no nordeste, centro e sudeste do Rio Grande do Sul. Nesse período, ocupa uma paisagem caracterizada por pequenas formações florestais conhecidas por capões de mato, em meio a áreas abertas, hoje bastante antropomorfizadas, constituídas por campos ou lavouras. Utiliza como dormitório áreas de pinos e eucalipto.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  • (em inglês) BirdLife International (2004). Amazona pretrei. 2006 IUCN Red List of Threatened Species. IUCN 2006. Acesso a 18.10.2007.
Ícone de esboço Este artigo sobre Aves, integrado no Projeto Aves é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.