Paralaxe

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde abril de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Pode encontrar ajuda no WikiProjeto Astronomia.

Se existir um WikiProjeto mais adequado, por favor corrija esta predefinição.

Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo.
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Editor: considere colocar o mês e o ano da marcação. Isso pode ser feito automaticamente, substituindo esta predefinição por {{subst:rec}}

Em astronomia, paralaxe é a diferença na posição aparente de um objeto visto por observadores em locais distintos. A paralaxe estelar é utilizada para medir a distância das estrelas utilizando-se o movimento da Terra em sua órbita.

Paralaxe vem do Grego: παραλλαγή que significa alteração. É a alteração da posição angular de dois pontos estacionários relativos um ao outro como vistos por um observador em movimento. De forma simples, paralaxe é a alteração aparente de um objeto contra um fundo devido ao movimento do observador.

É o ângulo formado pelas semi-retas que partem do centro de um astro e vão ter, uma ao centro da Terra, outra ao ponto onde se acha o observador[1] .

Paralaxe astronômica[editar | editar código-fonte]

Em Astronomia, os objetos de estudo estão sempre muito distantes.

Quase sempre os astrônomos precisam obter informações sobre os astros sem poder tocá-los ou colher amostras para realizar experimentos. Assim os astrônomos conseguiram desenvolver muitos métodos para obter informações sobre os corpos celestes, analisando a luz que recebemos deles, como obter a distância a que um corpo está da Terra. Para fazer isso pode-se utilizar a medida do ângulo de paralaxe. Para entendê-lo basta fazer uma experiência simples: Levante o dedo indicador, e estique o braço. Feche um olho, e observe o seu dedo, e note o fundo atrás dele. Agora feche o olho que estava aberto, e abra o outro, sem mover o braço. Deve-se notar que o seu dedo parece andar em relação ao fundo.

O método da paralaxe consiste em fazer esse mesmo tipo de observação. Para medir distâncias, ao invés do dedo se utiliza uma estrela e ao invés do piscar de olhos se utiliza o movimento da Terra em sua órbita.

Quando olhamos para o céu, em seu conjunto, a distância das estrelas é tão grande que perdemos a noção de profundidade, num primeiro momento. Todas as estrelas parecem então estar à mesma distância, coladas numa grande esfera, a esfera celeste. Mas, na verdade, elas não estão à mesma distância, sendo o método de paralaxe usado para medir algumas dessas distâncias.

Método[editar | editar código-fonte]

Para entender o método da paralaxe, olhe a figura ao lado. Quando a Terra está na posição A, na figura da esquerda, vemos uma estrela que está relativamente próxima, se considerarmos as demais (bem mais distantes, formando um “fundo” de estrelas). Já na posição B, algum tempo depois, a Terra está em outra posição, e vemos a estrela em outra posição em relação às estrelas de fundo. Ela parece se mover, assim como o seu dedo pareceu se mover quando você trocou o olho aberto.

Na prática, através da observação da estrela nas posições A e B, os astrônomos são capazes de medir o ângulo mostrado na figura, que se chama paralaxe. Com esse ângulo e trigonometria, pode-se determinar a distância da estrela.

Tipos de Paralaxe[editar | editar código-fonte]

O método de triangulação explicado acima é usado para medir a distância de objetos astronômicos. Mas como esses objetos estão muito distantes, é necessário escolher uma linha de base muito grande. Para medir a distância da Lua ou dos planetas mais próximos, por exemplo, pode-se usar o diâmetro da Terra como linha de base. Para se medir a distância de estrelas próximas, usa-se o diâmetro da órbita da Terra como linha de base.

Paralaxe heliocêntrica ou anual[editar | editar código-fonte]

A paralaxe anual é definida com a diferença de posição de uma estrela com vista da Terra e do Sol. Como não podemos ver a estrela do Sol, a observação e feita entre dois pontos opostos da órbita da Terra e o resultado dividido por 2. O parsec é a distância para a qual a paralaxe anual é de um segundo de arco ou arcseg. Um parsec é igual a 3,26 anos-luz.

A distância de um objecto em parsecs pode ser calculada do inverso de sua paralaxe. Por exemplo, a estrela mais próxima Alfa Centauri, tem uma paralaxe de 0,750". Portanto ela está a uma distância de 1/0,750=1,33 parsecs ou aproximadamente 4,3 anos-luz.

Paralaxe estelar
Cálculo da paralaxe
Derivando a expressão

O angulo da paralaxe é dado por:

\sen p'' = ua/d\,

Aproximando o seno para ângulos pequenos como o:

\sen x ~= x\textrm{\ radianos} = x\times 180/\pi \textrm{\ graus} = x\times 180\times 3600/\pi arcseg

Podemos escrever a paralaxe como:

p'' ~= ua/d\times 180\times 3600/\pi

Se a paralaxe é 1", então a distância é de :

 \frac{}{} d = ua\times 180 \times 3600/\pi = 206264\ ua = 3,2616 \quad ano-luz = 1 parsec

Que é a definição de parsec. A paralaxe é p'' = 1/d arcseg, quando a distância é dada em parsecs.

A paralaxe heliocêntrica é usada para medir a distância das estrelas mais próximas. À medida que a Terra gira em torno do Sol, podemos medir a direção de uma estrela em relação às estrelas de fundo quando a Terra está de um lado do Sol, e tornamos a fazer a medida seis meses mais tarde, quando a Terra está do outro lado do Sol. A metade do desvio total na posição da estrela corresponde à paralaxe heliocêntrica.


Paralaxe geocêntrica ou diurna[editar | editar código-fonte]

Neste tipo de paralaxe utiliza-se como linha base o raio da Terra, assim, espera-se seis horas entre as medidas e chamamos o método de paralaxe geocêntrica.

Atualmente a determinação de distâncias de planetas é feita por radar, e não mais por triangulação, mas antes da invenção do radar os astrônomos mediam as distâncias da Lua e de alguns planetas usando o diâmetro da Terra como linha de base. A figura abaixo ilustra o problema para a determinação da distância da Lua.

A posição da Lua em relação às estrelas distantes é medida duas vezes, em posições opostas na Terra, e a paralaxe corresponde à metade da variação total na direção observada dos dois lados opostos da Terra.

Referências

  1. Paralaxe, pag. 1230 - Grande Enciclopédia Universal - edição de 1980 - ed. Amazonas

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikcionário
O Wikcionário possui o verbete paralaxe.