Paralelogramo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Quatro paralelogramos.

Um paralelogramo é um polígono de quatro lados (quadrilátero) cujos lados opostos são iguais e paralelos. Por consequência, tem ângulos opostos iguais.

Chamando dois de seus lados não-paralelos de "a" e "b", seu perímetro pode ser calculado através da fórmula abaixo:

P = 2(a + b)

Área[editar | editar código-fonte]

Para calcular a área de um paralelogramo, é preciso traçar-se uma reta perpendicular de um dos lados até o seu oposto, que é um dos lados, que recebe o nome de altura e vale "h", e mutiplica-se esse valor (x) ao comprimento da base b.

A = b \cdot h

Há ainda outras duas fórmulas de se calcular a área, caso o valor do ângulo agudo que é aquele de valor inferior à 90º, que se apresenta em umas da diagonais representadas na primeira figura abaixo, que demonstra o ângulo agudo e das diagonais paralelas umas as outras (ou seja, um paralelogramo) diagonais sejam conhecidos:angulos complementares também

A = a \cdot b \cdot sen  \alpha

A = \frac{\text{diagonal}_1 \cdot \text{diagonal}_2 \cdot \mathrm{sen}\, \alpha}{2}

Características principais[editar | editar código-fonte]

O ângulo do vértice A é congruente ao do vértice C, ambos acontecem nos vértices D e B.
  • Possui simetria rotacional.
  • Uma diagonal faz com que o paralelogramo seja formado por dois triângulos congruentes.
  • Seus lados opostos e seus ângulos opostos são relativamente iguais.
  • Seus ângulos de mesmo lado são suplementares.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Existem três paralelogramos especiais: