Pariah's Child

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pariah's Child
Álbum de estúdio de Sonata Arctica
Lançamento 28 de março de 2014
Gravação Setembro de 2013-2014
Gênero(s) Power metal
Duração 53:12
Idioma(s) Inglês
Gravadora(s) Nuclear Blast
Produção Pasi Kauppinen
Cronologia de Sonata Arctica
Último
Stones Grow Her Name
(2012)
Próximo

Pariah's Child é o oitavo álbum da banda finlandesa de power metal Sonata Arctica, lançado em 28 de março de 2014 pela Nuclear Blast. É o primeiro lançamento da banda com o novo baixista Pasi Kauppinen, que substituiu Marko Paasikoski.

Contexto e gravação[editar | editar código-fonte]

Em uma entrevista de junho de 2013 sobre a outra banda do tecladista Henrik Klingenberg, Silent Voices, ele mencionou que o Sonata Arctica iria começar a gravar o oitavo disco da banda em setembro daquele ano. Sobre o estilo do disco e o andamento da preparação, o músico afirmou que "o esqueleto do álbum, nós já temos os demos... nós queremos nos focar em fazer canções que funcionam ao vivo."[1]

Durante ensaios, Henrik comentou em seu blog que as canções que eles estavam ensaiando estavam apontando para o som antigo do Sonata Arctica, e que eles tentariam gravar uma faixa de dez minutos.[2] Ele também mencionou que, diferentemente dos álbuns recentes deles, eles gravariam tudo no mesmo local, como uma banda.[3]

Em 9 de janeiro de 2014, a banda anunciou em seu site oficial que o álbum seria chamado Pariah's Child e seria lançado em 28 de março de 2014.[4]

Em 12 de fevereiro, foi lançado o vídeo de "The Wolves Die Young" pela Radio Rock.[5]

Composição e letras[editar | editar código-fonte]

O vocalista Tony Kakko descreveu o álbum como "o álbum que deveria ter sido feito após o Reckoning Night além do Unia."[6] Ele também comentou:[6]

O álbum marca o retorno de músicas sobre lobos, que não constaram no disco anterior, Stones Grow Her Name. Segundo Tony, "o lobo é mais uma vez uma metáfora, por exemplo, para o medo de como se processa isto em sua vida. O medo força as pessoas a fazerem coisas. Ou então negar o fato de que você teme alguma coisa."[6]

Ele também comentou sobre a capa do álbum quando do anúncio do lançamento:[4]

A faixa de abertura e primeiro single, "The Wolves Die Young", foi descrita por Henrik como uma típica música do Sonata Artica.[7] Foi uma das primeiras músicas a ser escrita para o disco.[7]

"Running Lights" era para ser uma faixa bônus japonesa, mas o resultado final de sua produção agradou tanto a banda que ela decidiu incluí-la na edição regular.[7] Tommy Portimo descreveu seus trabalhos na bateria desta faixa como uma homenagem a Jörg Michael. Tony afirma ter escrito a letra da faixa numa viagem de trem para o estúdio no dia seguinte ao da morte de Lou Reed, e a faixa de certa maneira serve de tributo ao músico.[7]

Henrik considera "Take One Breath" como a faixa mais progressiva do álbum, com um tabalho ao piano que exigiu mais esforços dele do que o normal.[7] O guitarrista Elias Viljanen diz que a canção pende para o som mais recente do Sonata Arctica.[7] Tony a descreveu como uma das mais pesadas do disco, e as letras falam de transumanismo.[7]

O segundo single, "Cloud Factory", foi escrito muito antes das outras faixas, na época dos ensaios para o Stones Grow Her Name.[7] Henrik considerou a sua melodia "irritante" e disse que isso fez dela uma boa escolha como segundo single, para que a melodia "irrite" mais pessoas.[7]

"Blood" é outra das mais pesadas, e uma das útimas a ser preparada.[7] A introdução aos teclados foi feita por Tony.[7] Pasi e Elias consideram-na uma de suas favoritas no disco, e as letras tratam do medo.[7]

Faixas[editar | editar código-fonte]

Todas as canções escritas e compostas por Tony Kakko

N.º Título Duração
1. "The Wolves Die Young"   4:13
2. "Running Lights"   4:26
3. "Take One Breath"   4:19
4. "Cloud Factory"   4:17
5. "Blood"   5:54
6. "What Did You Do in the War, Dad?"   5:13
7. "Half a Marathon Man"   5:43
8. "X Marks the Spot"   5:20
9. "Love"   3:50
10. "Larger Than Life"   9:57
Duração total:
53:12[8]

Personnel[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. "Henrik Klingenberg from Sonata Arctica/Silent Voices Interview @Peek from the Pit". Peek from the Pit. 2013-05-31. Consult. 2013-08-12. 
  2. Klingenberg, Henrik (6 de setembro de 2013). "Friday 6.9.2013 Rehersal Day 5". Sonata Arctica: Making of the 8th studio album. Blogspot. Consult. 12 de fevereiro 2014. 
  3. "Sonata Arctica - Pariah's Child Trailer #4 Streaming". Brave Words & Bloody Knuckles. 10 de fevereiro de 2014. Consult. 13 de fevereiro de 2014. 
  4. a b "New Album "Pariah’s Child" comes in March, Cover released". 9 de janeiro de 2014. Consult. 12 de fevereiro de 2014. 
  5. "Sonata Arctica - The Wolves Die Young (musiikkivideo)". Radio Rock (em finlandês). Sanoma. 12 de fevereiro de 2014. Consult. 12 de fevereiro de 2014. 
  6. a b c "Exclusive: Sonata Arctica Interview About "Pariah´s Child" 2014 (SUBTITLED)". KaaosTv (em finlandês). Helsinki: YouTube. 7 de fevereiro de 2014. Consult. 13 de fevereiro de 2014. 
  7. a b c d e f g h i j k l "Sonata Arctica - Pariah's Child - (official track by track part I)". Nuclear Blast Records official channel. YouTube. 12 March 2014. Consult. 13 March 2014. 
  8. "Pariah's Child - Sonata Arctica". iTunes. Apple Inc. Consult. 13 de março de 2014.