Partido dos Trabalhadores (França)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Emblem-scales.svg
A neutralidade deste(a) artigo ou se(c)ção foi questionada, conforme razões apontadas na página de discussão.
Justifique o uso dessa marca na página de discussão e tente torná-lo mais imparcial.

O Partido dos Trabalhadores da França foi fundado em 1991, por militantes do movimento operário das mais diversas origens.

Pretende, conforme seus fundadores, como Daniel Gluckstein e Pierre Lambert ser uma organização autêntica dos trabalhadores, sem depender de governos, da Igreja ou dos patrões. Seu programa defende o Estado laico e também o ensino laico e a abolição das instituições da V República, que denomina como "anti-democráticas".

O Partido dos Trabalhadores francês é membro do AcIT - Acordo Internacional dos Trabalhadores e dos Povos. Edita o jornal Informations Ouvrières. No seu interior atuam várias correntes, como a Corrente Comunista Internacionalista - CCI, seção francesa da IV Internacional (1993), a Corrente Socialista de ex-militantes do Partido Socialista (PS), o Movimento dos Cidadãos (MDC) que edita o boletim Réflexions, a Corrente Comunista de ex-militantes do Partido Comunista Francês (PCF) que distribuem o boletim Résistances Communistes e a Corrente Anarcossindicalista cujo boletim é o L’Anarcho-syndicaliste.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]