Passo Torto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Passo Torto
Romulo Fróes no 25º Prêmio da Música Brasileira no Theatro Municipal em 2014.
Informação geral
Origem São Paulo, SP
País  Brasil
Gênero(s) MPB, samba
Período em atividade 2011-presente
Gravadora(s) YB Music, Phonobase Music Services
Afiliação(ões) Ná Ozzetti
Integrantes Kiko Dinucci
Rodrigo Campos
Romulo Fróes
Marcelo Cabral
Página oficial passotorto.com.br

Passo Torto é um grupo brasileiro de MPB.[1][2][3] A banda é composta por Kiko Dinucci, Rodrigo Campos, Romulo Fróes e Marcelo Cabral.[4]

História[editar | editar código-fonte]

A reunião dos músicos resultou em um álbum lançado no Brasil em 2011 pela YB Music e a Phonobase Music Services.[4]

O álbum é resultado de anos de parceria e afinidade musical entre os integrantes que já colaboraram entre si em seus próprios álbuns.[5][6] Produzido pelo próprio grupo e por Maurício Tagliari, o disco foi gravado, mixado e masterizado por Carlos “Cacá” Lima no YB Studios em 2011.

No dia 8 de novembro de 2011, o álbum foi lançado na Internet e oferecido de forma gratuita[7][8].

Em agosto de 2015, o grupo acompanhado da cantora Ná Ozzetti lançou seu terceiro registro intitulado "Thiago França".[9] A produção ficou a cargo da banda e gravação, mixagem e masterização foram capitaneados por Carlos "Cacá" Lima, novamente nos estúdios YB (SP).

Discografia[editar | editar código-fonte]

Integrantes[editar | editar código-fonte]

  • Romulo Fróes, cantor e compositor, tem quatro discos lançados: Calado (2004), Cão (2006), No Chão Sem O Chão (2009) e Um Labirinto Em Cada Pé (2011), seus parceiros mais constantes são os artistas Nuno Ramos e Clima.
  • Kiko Dinucci, cantor, violonista e compositor, tem cinco discos lançados, Padê (2008, com Juçara Marçal), Pastiche Nagô (2009, com Bando AfroMacarrônico), O Retrato do Artista Quando Pede – Duo Moviola (2009, com Douglas Germano), Na Boca dos Outros (2010, com vários interpretes) e Metá Metá (2011, com Juçara Marçal e Thiago França).
  • Rodrigo Campos, cantor, compositor, violonista e cavaquinhista, lançou em 2009 o elogiado São Mateus Não é Um Lugar Assim Tão Longe, disco produzido por Beto Villares, Gustavo Lenza e Gui Amabis, entre outros importantes produtores. Acompanhou artistas como CéU, Luísa Maita e Herbie Hancock. Atualmente, prepara seu segundo álbum, Bahia Fantástica.

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]