Patriarcado da Etiópia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Patriarca da Etiópia)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações (desde agosto de 2015). Ajude a melhorar este artigo inserindo fontes.
Patriarcado da Etiópia
Patriarchatus Aethiopiensis
País Etiópia
Tipo de jurisdição Sé Patriarcal
Criação do Patriarcado 1536
Extinção do Patriarcado 1636
Rito Romano
Atualmente suprimido

O Patriarcado da Etiópia (em latim: Patriarchatus Aethiopiensis) foi um patriarcado da Igreja Católica do rito romano, existente entre 1535 e 1636.

História[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Igreja Católica Etíope

Os Descobrimentos portugueses, nos finais do século XV, abriram o caminho para os contatos diretos entre a Igreja Católica e da Igreja Ortodoxa Etíope, através dos jesuítas. Foi nomeado o primeiro patriarca o jesuíta João Bermudes, em 1536, pelo Papa Paulo III.

Devido a certos prelados ortodoxos etíopes (aliados do poder imperial) e aos comportamentos do prelado português Afonso Mendes, que foi nomeado Patriarca da Etiópia em 1622 pelo Papa Urbano VIII e que foi expulso da Etiópia em 1636, esses contatos, que pareciam estar destinadas ao sucesso, conduziram ao encerramento total da Etiópia para posterior contato com Roma.

Patriarcas[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]