Pegada hídrica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Pegada hídrica é um conceito criado pelo professor Arjen Y. Hoekstra da UNESCO-IHE em 2002, que diz respeito a quantidade de água potável suficiente para produzir um alimento ou mercadoria.[1]Produtos comuns utilizados pela população em geral gastam cifras de água consideráveis: para a produção de 1 kg de carne bovina são gastos em média 15500 litros de água; para uma camisa de algodão são gastos 2700 litros, para 1 kg de soja 1800 litros[1] e para 1 kg de arroz são gastos 2500 litros.

Tipos[editar | editar código-fonte]

  • Verde - associada a água da chuva[2]
  • Azul - associada a água superficial ou subterrânea[2]
  • Cinza - associada a água poluída[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

Minha mãe

  1. a b Klabin, Israel. A Urgência do Presente. Biografia da Crise Ambiental. Elsevier, 2011.
  2. a b c Sabesp. Perguntas Frequentes. Acesso em 21 de março de 2015