Pense Bem

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Pense Bem
Produtora(s) Tectoy
Lançamento de 1988 até os anos 90
Gênero(s) Quiz
CPU Zilog Z8[1]

Pense bem é um brinquedo assemelhado a um computador, produzido pela Tectoy. Ele é a versão licenciada do Smart Start, criado pela Vtech (Video Technology International), de Hong Kong.[2][3] Este brinquedo alcançou grande popularidade no Brasil a partir do fim da década de 1980 até meados dos anos 90.[4][5][6]

Em agosto de 2017, a Tectoy anunciou um relançamento do brinquedo.[7]

Características[editar | editar código-fonte]

O Pense Bem tinha um número de atividades básicas embutidos, no estilo "adivinhe o número" e "siga o mestre". Mas seu uso mais popular era com livros de perguntas, usualmente com temas escolares como história, geografia e matemática; o usuário aperta a tecla que representa a alternativa que ele crê que seja a correta e, na seqüencia, o brinquedo informa se a resposta está certa ou não. Ao fim de cada jogo, o jogador recebe uma senha e pode utilizá-la para aumentar sua "nota desafio".

Muitos livros do Pense bem contam com personagens famosos, como Turma da Mônica, Sonic[8], Senninha[9], e Pato Donald.

Foram criadas versões para os consoles Master System e Mega Drive, produzidos pela Devworks.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Rodrigo Feliciano. «Por dentro do Pense Bem da Tec Toy» 
  2. Rodrigo Feliciano. «Por dentro do Pense Bem da Tec Toy» 
  3. Jack Carr. «Major Companies of The Far East and Australasia 1990/91: Volume 2: East Asia» 
  4. «O jogo Pense Bem era famoso entre as crianças no final dos anos 80». UOL 
  5. Pense Bem - Veja 30 brinquedos que fizeram a alegria da sua infância BOL Notícias - 10 de dezembro de 2015
  6. «Como nascem os Geeks?». blog Bombou na Web, Revista Época. Editora Globo. 25 de maio de 2009. Consultado em 15 de agosto de 2009  |coautores= requer |autor= (ajuda)
  7. Sucesso nos anos 80, brinquedo Pense Bem é relançado pela Tectoy
  8. «Revistas do Sonic». site Power Sonic. Consultado em 11 de agosto de 2009 
  9. «Senninha entra no mercado de brinquedos». Folha Online. 26 de março de 1994 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre jogos eletrônicos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.