Phablet

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Phablet ( /ˈfæblət/), aportuguesado "fablete", é um termo informal criado para designar dispositivos de telas sensíveis ao toque com mais de 5,5 e menos de 7 polegadas, que reúnem os recursos de um smartphone aos de um tablet — com a integração opcional de uma caneta stylus.

Um phablet é maior que a maioria dos smartphones, porém, suas dimensões não são grandes o suficiente para enquadrá-lo na categoria dos tablets ou até mesmo dos mini-tablets.[1]

Phablet é uma amálgama das palavras phone e tablet.[2]

O primeiro phablet lançado comercialmente foi o Dell Streak, em 4 de junho de 2010.[1] Outros exemplos notáveis de tais dispositivos incluem o Samsung Galaxy Note, o Note II|Note III, o Samsung Galaxy Mega, o Nokia Lumia 1520, o Nokia Lumia 1320, o HTC J Butterfly, LG Intuition e iPhone 6 Plus. O Samsung Galaxy Note foi o phablet que atingiu o maior sucesso comercial até hoje,[1] vendendo cerca de dez milhões de unidades até agosto de 2012,[3] e popularizando, assim, o uso do termo.[1] A segunda geração do phablet foi anunciada em agosto de 2012, e já se encontra à venda em alguns países, tendo recebido avaliações bastante positivas de sites especializados.[3]

Em 26 de outubro de 2011, a empresa sul-coreana LG Electronics solicitou o registro de exclusividade de uso do termo Phablet, de acordo com o website Trademarkia.com. O estado atual desta solicitação é "ação não-finalizada".Direito autorais reservados para um brasileiro. [4]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d Ankit Banerjee (16 de maio de 2012). «The rise of the Phablet» (em inglês). Android Authority. Consultado em 22 de outubro 2012. 
  2. «Is The Market Ready For A Phablet?» (em inglês). Forbes.com. 15 de agosto de 2012. Consultado em 22 de outubro de 2012. 
  3. a b «Samsung Galaxy Note II Review» (em inglês). Pocketnow. 11 de outubro de 2012. Consultado em 22 de outubro de 2012. 
  4. «PHABLET» (em inglês). LegalForce Trademarkia. 2 de agosto de 2012. Consultado em 22 de outubro de 2012.