Pierre-Narcisse Guérin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Pierre-Narcisse Guérin
Jodocus Sebastiaen van den Abeele, retrat de Pierre-Narcisse Guérin, París, Museu del Louvre.
Nascimento 13 de março de 1774
Paris
Morte 16 de julho de 1833 (59 anos)
Roma
Cidadania França
Alma mater
Ocupação pintor
Prêmios
Empregador Escola Nacional Superior das Belas-Artes, Academia da França em Roma
Obras destacadas The Return of Marcus Sextus
Movimento estético neoclassicismo
Título barão

Pierre-Narcisse Guérin (Paris, 13 de maio de 1774 - Roma, 6 de julho de 1833) foi um pintor neoclássico francês, membro da Academia e barão. Depois de uma carreira brilhante, foi diretor da Villa Medici em Roma, sede da Academia Francesa em Roma.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia possui o(s) portal(is):
Portal da Arte

Admitido aos treze anos na escola da Academia Real de Pintura e Escultura, aprendeu com Taraval, Nicolas Guy Brenet e Jean-Baptiste Regnault. Com vinte e três anos, ganha o Prêmio de Roma. Sua primeira obra memorável foi o quadro O Retorno de Marcus Sextus, de 1799. Pouco depois apresenta seu Orfeu na tumba de Eurídice e Oferenda a Esculápio.

Passou muito tempo na Itália e ao retornar a Paris apresentou, no Salão de 1810, três obras: l'Aurore enlevant Céphale, Andromaque et Pyrrhus e Bonaparte perdoando os revoltosos do Cairo, tela que lhe rendeu críticas. Neste mesmo ano Guérin abriu em Paris um atelier frequentado por Théodore Géricault, os irmãos Ary e Léon Scheffer, Léon Cogniet, Victor Orsel, Paul Huet e ainda Eugène Delacroix.

Professor da Escola de Belas Artes, membro da Academia, aceita em 1822 a direção da Academia da França em Roma, localizada na prestigiosa Villa Medici em Roma, até 1828.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Este artigo foi integralmente traduzido da Wikipédia em língua francesa, onde constam as seguintes referências bibliográficas:
  • Nouveau Larousse illustré, 1898-1907, publicação em domínio público.
  • Réunion des musées nationaux.
  • Philippe Bordes, La mort de Brutus de Pierre-Narcisse Guérin, Musée de la Révolution française, Vizille, 1996, ISBN 2-909170-06-3.
  • Josette Bottineau et Elisabeth Foucart-Walter, L'inventaire après-décès de Pierre-Narcisse Guérin, Société de l'histoire de l'art français, Archives de l'art français, Nouvelle période -Tome XXXVII, Le Trarit d'union, Florence Hatier, La Mothe-Achard, 2004, ISBN 2-9523522-0-8.
  • (rédition) Cahiers du Dessin Français n°13. Pierre-Narcisse Guérin (1774-1833), (Edition Galerie de Bayser) 2006
  • Académie de France à Rome-Société de l'histoire de l'art français, Archives de l'art français, Correspondance des directeurs de l'Académie de France à Rome, Nouvelle série- XIX° siècle-Tome IV, Pierre-Narcisse Guérin 1823-1828, Correspondance publiée par Antoinette Le Normand-Romain, François Fossier et Mehdi Korchane avec la collaboration d'Isabelle Chave, Librairie le Trait d'union, Rome, 2005, ISBN 2-9523522-0-8.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Pierre-Narcisse Guérin
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) pintor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.