Pietro Aaron

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Pietro Aaron
Nascimento 1489
Florença
Morte 1545 (56 anos)
Florença, Veneza
Cidadania República de Veneza
Ocupação compositor, teórico musical, musicólogo

Pietro Aaron, também referido como Pietro (ou Piero) Aron (Florença, 14801562) foi um monge e teórico musical italiano do Renascimento

Vida[editar | editar código-fonte]

Em Roma, 1516, fundou uma escola de música. Dedicou-se ao estudo da harmonia, tendo escrito vários livros sobre o assunto.

De origem judaica, tornou-se religioso da Ordem italiana dos "Crosachieri" - equivalente à Ordem dos (Cruzados) em Portugal.

O Papa Leão X protegeu-o, admitiu-o na Capela Romana e nomeou-o cónego em Rimini. Ficou célebre a sua porfiosa luta com Franchino Gaffurio, também conhecido como Gafori. [carece de fontes?]

Escritos[editar | editar código-fonte]

Composições[editar | editar código-fonte]

  • Io non posso più durare, para quatro vozes, in: Frottole, quinto livro. Veneza: Ottaviano Petrucci, 1505.

Trabalhos perdidos (mencionados em cartas)[1]

  • Credo para seis vozes,
  • In Illo tempore loquente Jesu
  • Letatus sum
  • Missa para cinco vozes
  • Moteto sobre cantus firmus "Da pacem"
  • Outros motetos e madrigais

Referências

  1. Aaron (Aron), Pietro (Piero). Por Bonnie J. Blackburn
  • (em italiano) Aaron, Pietro. Enciclopedia Treccani (Dizionario Biografico degli Italiani, volume 1, 1960)
  • Dicionário Universal Ilustrado, Ed. João Romano Torres & Cª, 1911.


Ícone de esboço Este artigo sobre músico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.