Pitch axis theory

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Pitch Axis Theory é uma técnica de composição musical utilizada na construção de progressões de acordes. A tônica, ou raiz, é usada como a nota de base, e escalas melódicas são escolhidas de acordo com os acordes que estão abaixo delas.[1]

Esta técnica ficou famosa após o guitarrista virtuoso Joe Satriani usá-la em inúmeras composições, por amar o som que ela cria.[2] Satch Boogie (originalmente interpretada apenas na quinta corda) é um bom exemplo de canção que utiliza esta técnica.[3] Satriani a usa por

Além de Satriani, outros guitarristas como John Petrucci, Steve Vai, Marty Friedman, Michael Angelo Batio e Guthrie Govan também fazem uso desta técnica.

Conceito[editar | editar código-fonte]

Os sete modos são todos ligados um ao outro por turnos diatônicos: C jônio (CDEFGABC) também é D dórico (DEFGABCD), E frígio (EFGABCDE) e assim por diante, até retornar para o Modo jônio C originais.

A teoria sugere que, para cada um dos modos, há cordas que a acompanham. Quando ocorrem esses certos acordes, implica uma mudança entre os modos.

A tabela abaixo mostra esta ligação entre acordes e modos.

Modo Acorde(s)
Modo jônio Maj6, Maj7, , add9, sus2, sus4, maj9
Modo dórico Min6, Min7, Minor, sus2, sus4
Modo frígio Min7, Min7♭9, sus4
Modo frígio dominante 7, 7♭9
Modo lídio Maj7, Maj711, sus2, Maj9
Modo mixolídio Dom7, Dom9, Dom11, add9, sus2, sus4
Modo eólio Min7, Min9, Min11
Modo lócrio Min7♭5, Min7♭5♭9

Exemplos de Canções que usam a Técnica[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. guitarmasterclass.net/ Pitch axis theory
  2. guitarstudio.tv/ Pitch axis theory
  3. Satriani, Joe (1988). Surfing with the Alien, p.6. ISBN 0-89524-414-4.

Links Externos[editar | editar código-fonte]