Placa da Antártica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Placa da Antártica

Placa da Antártica é uma grande placa tectônica que abrange o continente da Antártida e seus oceanos circundantes. Após separação da Gondwana, a parte sul do supercontinente Pangea, a placa da Antártica começou a mover o continente antártico para o sul até à sua presente localização isolada, fazendo com que o clima da região ficasse muito mais frio.[1] A placa é limitada quase inteiramente por sistemas de dorsal meso-oceânica extensionais. As placas adjacentes são a Placa de Nazca, a Placa Sul-Americana, a Placa Africano, a Placa Australiana, a Placa do Pacífico e a Placa de Scotia.

A placa Antártica tem aproximadamente 60,9 milhões quilômetros quadrados.[2] É a quinta maior placa do mundo.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Fitzgerald, Paul (2002). «Tectonics and landscape evolution of the Antarctic plate since the breakup of Gondwana, with an emphasis on the West Antarctic Rift System and the Transantarctic Mountains» (PDF). Royal Society of New Zealand Bulletin [S.l.: s.n.] (35): 453–469. Consultado em 1 de fevereiro de 2015. 
  2. Fitzgerald, Paul (2002). «Tectonics and landscape evolution of the Antarctic plate since the breakup of Gondwana, with an emphasis on the West Antarctic Rift System and the Transantarctic Mountains» (PDF). Royal Society of New Zealand Bulletin [S.l.: s.n.] (35): 453–469. Consultado em 1 February 2015.