Polínia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre o termo botânico. Para o termo da glaciologia, veja Polínia (glaciologia).
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde Novembro de 2010). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Polínia é uma massa cerosa constituída por grãos de pólen e uma substância viscosa e transparente, presente nos estames de algumas flores, principalmente nas orquidáceas e asclepiadaceae. Ao conjunto de polínias dá-se o nome polinário. A polínia fica presa ao resto da flor por uma estrutura denominada caudículo, ligado por sua vez a um disco granuloso chamado retináculo.

Durante a polinização, a polínia, ou o polinário, ficam grudados ao corpo do polinizador, sendo depois capturados pelo estigma de outra flor visitada pelo agente polinizador, fecundando-a.

Ícone de esboço Este artigo sobre Botânica é um esboço relacionado ao Projeto Plantas. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.