Polydontes imperator

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma infocaixa de taxonomiaPolydontes imperator
Nesta ilustração de 1895 é possível observar uma concha de P. imperator em vista lateral (A).[1]

Nesta ilustração de 1895 é possível observar uma concha de P. imperator em vista lateral (A).[1]
Duas conchas de P. imperator (Montfort, 1810), em um museu.
Duas conchas de P. imperator (Montfort, 1810), em um museu.
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Mollusca
Clado: clado Heterobranchia
clado Euthyneura
clado Panpulmonata
clado Eupulmonata
clado Stylommatophora
grupo informal Sigmurethra
Classe: Gastropoda
Superfamília: Helicoidea
Família: Pleurodontidae
Género: Polydontes
Montfort, 1810[2]
Espécie: P. imperator
Nome binomial
Polydontes imperator
(Montfort 1810)[3]
Sinónimos
Helicodontes imperator (Montfort 1810)[2]
Pleurodonta Beck[4]

Polydontes imperator é uma espécie de gastrópode terrestre neotropical da família Pleurodontidae (antes entre os Camaenidae). Foi nomeada por Pierre Denys de Montfort, em 1810.[4] É nativa do Caribe, sendo a espécie-tipo e a maior de seu gênero.[5]

Descrição da concha, taxonomia e hábitos[editar | editar código-fonte]

Esta espécie apresenta conchas circulares e esbranquiçadas, quando vistas por cima ou por baixo, com pouco mais de 6 centímetros de diâmetro quando desenvolvidas.[4] São caracterizadas por sua superfície dotada de estrias radiais visíveis, espiral baixa e cônica, formando um ângulo entre a parte superior e inferior da concha, e pela ausência, ou presença,[5] de umbílico. Lábio externo engrossado, com no mínimo 5 projeções dentiformes, calosas, em seu interior. Pode apresentar a superfície amarronzada entre as estrias.[6]

Vivem principalmente em ambiente de floresta tropical e subtropical úmida. Quando Pierre Denys de Montfort a descreveu, em 1810, a denominou "La plus rare de toutes les coquilles".[7]

Distribuição geográfica[editar | editar código-fonte]

Polydontes imperator é uma espécie endêmica de Cuba, ocorrendo em Mata, Bariguá, Yara, La Sabana e localidades próximas a Baracoa, província de Guantánamo.[3][5]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Harmer, S. F.; Shipley, A. E. (1895). «The Cambridge natural history, ed. by S. F. Harmer. v.3.» (em inglês). Biodiversity Heritage Library. 347 páginas. Consultado em 16 de junho de 2016 
  2. a b Gray, John Edward (1847). «A List of the Genera of Recent Mollusca: Their Synonyma and Types» (em inglês). Google Books. 172 páginas. Consultado em 16 de junho de 2016 
  3. a b Instituto de Ecología y Sistemática (Academia de Ciencias de Cuba) Instituto de Oceanología (Academia de Ciencias de Cuba) Universidad de Oviedo. (1999). «Avicennia : revista de ecología, oceanología y biodiversidad tropical, supl.2» (em espanhol). Biodiversity Heritage Library. 122 páginas. Consultado em 16 de junho de 2016. Distribución: Mata, Bariguá, Yara, La Sabana y otras localidades cercanas a la ciudad de Baracoa, provincia de Guantánamo. 
  4. a b c ABBOTT, R. Tucker (1989). Compendium of Landshells. A Full-Color Guide to More than 2.000 of the World's Terrestrial Shells (em inglês). Melbourne, FL, and Burlington, MA: American Malacologists, Inc. p. 140. 240 páginas. ISBN 0-915826-23-2 
  5. a b c Sáez, José Espinosa; Rato, Jesús Ortea; Larramendi, Julio A. «Polydontes» (em espanhol). Moluscos terrestres de Cuba (EcuRed). 1 páginas. Consultado em 16 de junho de 2016 
  6. Evanno, Claude; Evanno, Amandine (23 de dezembro de 2013). «Polydontes imperator cuba» (em inglês). Flickr. 1 páginas. Consultado em 16 de junho de 2016 
  7. Pilsbry, Henry Augustus (1938–1939). «The cuban species of polydontes» (em inglês). The Nautilus. v. 52 (Biodiversity Heritage Library). Consultado em 16 de junho de 2016 


Ícone de esboço Este artigo sobre gastrópodes, integrado no Projeto Invertebrados é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.