Prado (Belo Horizonte)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde março de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)


Prado
—  Bairro do Brasil  —
Região administrativa Oeste
Município Belo Horizonte
Rendimento médio mensal R$ 4.134,90
Energia elétrica (%) 100
Água encanada (%) 100
Coleta de lixo (%) 100
Fonte: Não disponível

Prado é um bairro da região oeste de Belo Horizonte,localizado entre as avenidas do Contorno, Amazonas e Tereza Cristina. Sua população é predominantemente de classe média e quase todas as suas ruas têm nomes de minérios.

Origem[editar | editar código-fonte]

Um dos bairros mais tradicionais de Belo Horizonte, o Prado esteve intimamente ligado à história da fundação da capital mineira. Pela rua Platina, passaram as carroças que trouxeram material usado para construir a cidade. O nome do bairro foi recebido por causa do primeiro hipódromo de Belo Horizonte, o “Prado Mineiro”, inaugurado, em 1909, pelo então prefeito Prado Lopes.

Com a retração deste tipo de esporte, o antigo hipódromo deu lugar a um campo de futebol, onde eram disputados jogos do Campeonato Mineiro.

Além das provas de turfe e futebol, o Prado Mineiro ficou também conhecido por ter sediado o primeiro vôo oficial de avião da cidade. O piloto italiano Ernesto Darioli protaganizou este acontecimento. O avião, àquela época, era totalmente desconhecido da população, tendo sido visto antes apenas pelo cinema.

Desde aquela época, muita coisa mudou. Hoje, a rua Platina é – junto com as ruas Turquesa, Turfa, e a avenida Francisco Sá - ponto de concentração do comércio, e no lugar onde funcionou o antigo hipódromo, existe a Academia de Polícia Militar de Minas Gerais. A APM é uma das maiores Academias militares do Brasil, recebendo alunos de todo o Estado de Minas Gerais, e de outras unidades da Federação, como Espírito Santo, Manaus, Roraima, dentre outros. No seu interior há uma das maiores bibliotecas de assuntos policiais militares do Brasil.

O traçado estreito e irregular das ruas do Prado se estende pelos bairros vizinhos. Boa parte das casas ainda mantêm pequenos quintais com jardins, inspiração para a aparente calma e tranquilidade do lugar, apesar do crescente adensamento.

No campo dos negócios, a indústria de confecções se configura como a atividade que mais cresce no Prado, muitas residências do bairro estão sendo ocupadas pelas confecções, tornando o bairro o principal centro de concepção de moda de Belo Horizonte.

Cultura[editar | editar código-fonte]

Além dos estabelecimentos de ensino básico e superior, o Prado abriga a Academia de Letras João Guimarães Rosa, associação cultural mais importante da PMMG. Sua sede se encontra dentro do Clube dos Oficiais e engloba uma importante biblioteca, em cujo acervo predominam temas mineiros e filosóficos. A biblioteca foi compilada pelo Coronel PM Edgar Torres, militar, lógico e estudioso da filosofia tomista. Tal fato explica a presença de livros dos mais destacados filósofos tomistas do século XIX e XX como Étienne Gilson,Antonin-Gilbert Sertillanges, Reginald Garrigou-Lagrange, Józef Maria Bochenski, Santiago Ramírez e Chesterton..

Nas dependências da Academia de Polícia Militar se encontra a Orquestra Sinfônica da Polícia Militar, a única orquestra do gênero no Brasil. Também no interior da APM está sediado do Museu da Polícia Militar de Minas Gerais, que abriga o acervo histórico da Corporação, que inclui fardamentos, armas e documentos dos séculos XVIII a XX. Atualmente o Museu se encontra fechado. O 149º Grupo Escoteiro Alferes Tiradentes -GEAT também mantém sua sede no interior da Academia.

O Clube dos Oficiais da Polícia Militar, além de atividades esportivas, dispõe de espaço para shows de bandas musicais e de um teatro que recebe peças periodicamente.


Religião[editar | editar código-fonte]

A população do Prado é majoritariamente católica.

Ficheiro:Igrejacuradars.jpg
Igreja do Santo Cura D`Ars - Prado, Belo Horizonte

Na divisão territorial eclesiástica católica, o bairro Padro corresponde à Paróquia do Santo Cura d'Ars, cuja igreja construída por padres italianos e inaugurada em 1949, quando Dom Antônio dos Santos Cabral era Arcebispo de Belo Horizonte. O Papa João Paulo II elevou a igreja à dignidade de Basílica Menor, a única em Belo Horizonte.

No começo da presente década, o Prado se constituiu como o centro do movimento tradicionalista católico, que defende a volta aos costumes anteriores ao Concílio Vaticano II. O bairro já foi cenário de palestras e aulas dos principais corifeus desse movimento católico, com destaque aos professores Orlando Fedeli, Sidney Silveira, Carlos Nouguê, bem como aos Padres do Instituto Bom Pastor e da Fraternidade Sacerdotal São Pio X.

O bairro conta com templos de outras religiões, como a Associação Espírita Célia Xavier e o Templo Hare Krishna.

Saúde[editar | editar código-fonte]

No Prado se encontra o Centro de Equoterapia da PMMG. O Centro se encontra nas dependências do RCAT (Regime de Cavalaria Alferes Tiradentes) e é o único em todo o Estado a promover o atendimento gratuito às pessoas portadoras de paralisia cerebral, esclerose generalizada, retardo mental, atrofia muscular, coluna bifada, efeito da Thalidomia, enfartes, cegueira, surdez, autismo, ausência de membros ou com deformidades.

Entidade Oficial Representativa dos Moradores e Comerciantes[editar | editar código-fonte]

Associação S.O.S Bairros - Utilidade Pública

Principais vias[editar | editar código-fonte]

Estabelecimentos educacionais[editar | editar código-fonte]

  • Faculdade Estácio de Sá - Campus Prado
  • Faculdades de Minas Gerais - FAMINAS
  • Academia de Polícia do Estado de Minas Gerais - APM
  • Colégio Tiradentes da Polícia Militar de Minas Gerais - Unidade Nossa Senhora das Vitórias
  • Escola Estadual São Bento

Bairros vizinhos[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.