Qi (estado)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa



Qi

Ducado (1046–323 a.C.)
Reino (323–221 a.C.)

Blank.png
1046 a.C. – 221 a.C. Blank.png
Localização de Qi
Continente Ásia
Região Extremo Oriente
Capital Yingqiu (Zibo)
Bogu (Binzhou)
Governo Monarquia
História
 • 1046 a.C. Fundação
 • 221 a.C. Dissolução

Qi (em chinês tradicional: 齊; em chinês simplificado: 齐; em pinyin: ; em Wade-Giles: Ch'i) foi um poderoso estado da antiga China, existente durante os períodos Zhou Ocidental, das Primaveras e Outonos e dos Estados Combatentes.[1] A sua capital era Linzi, parte integrante da atual cidade de Zibo, localizada na província de Shandong.[2]

O estado de Qi foi fundado a cerca de 1046 a.C.,[3][4] como um dos estados-vassalos da dinastia Zhou em seu início de formação. O primeiro governador de Qi foi Jiang Ziya, um dos mais poderosos oficiais naquele tempo. A família Jiang governou Qi durante vários séculos, até que em 386 a.C. acabou sendo substituída pela família Tian. No ano de 221 a.C., Qi foi o último estado da China pré-imperial a ser conquistado pelo estado de Qin, o último obstáculo que permitiu à dinastia Qin consolidar o primeiro império centralizado em solo chinês.[2][5]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Deason, Rachel (8 de novembro de 2007). «A Brief History of China: Warring States». Culture Trip (em inglês). Consultado em 23 de novembro de 2018 
  2. a b Xunzi: Basic Writings (em inglês). [S.l.]: Columbia University Press. 21 de maio de 2003. ISBN 9780231521314. Consultado em 23 de novembro de 2018 
  3. Schneider, Julia C. (13 de março de 2017). Nation and Ethnicity: Chinese Discourses on History, Historiography, and Nationalism (1900s-1920s) (em inglês). [S.l.]: BRILL. p. 491. ISBN 9789004330122. Consultado em 27 de janeiro de 2019 
  4. Lam, Desmond (28 de julho de 2017). Chopsticks and Gambling (em inglês). [S.l.]: Routledge. ISBN 9781351528573. Consultado em 27 de janeiro de 2019 
  5. Theobald, Ulrich. «The Regional State of Qi 齊». www.chinaknowledge.de (em inglês). Consultado em 23 de novembro de 2018 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]