Rachel and the Stranger

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Rachel and the Stranger
 Estados Unidos
1948 •  p&b •  80 min 
Direção Norman Foster
Produção Richard H. Berger
Jack J. Gross
Elenco Loretta Young
William Holden
Robert Mitchum
Gary Gray
Gênero faroeste
Distribuição RKO Radio Pictures
Idioma inglês
Sara Haden interpretou muitas secretárias e solteironas desmazeladas nas décadas de 1930 e 1940, em filmes da MGM. Entretanto, é mais lembrada pelo papel de Tia Milly na série de Andy Hardy.[1]

Rachel and the Stranger é um filme estadunidense de 1948, do gênero faroeste, dirigido por Norman Foster e estrelado por Loretta Young, William Holden e Robert Mitchum.

A produção[editar | editar código-fonte]

A RKO lançou o filme às pressas, para capitalizar a súbita notoriedade de Mitchum, adquirida após sua prisão por porte de maconha.[2]

Entre as seis canções compostas para a película por Roy Webb e Waldo Salt, cantadas por Mitchum, citam-se Rachel, Foolish Pride, Summer Song e Tall, Dark Stranger.

A mistura de comédia, drama, ação, belos cenários e música resultaram em um todo agradável, o que fez deste um dos maiores sucessos da RKO no ano, com lucro de 395 000 dólares, em valores da época.[3]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O fazendeiro David Harvey ficou viúvo e tem um filho pequeno para criar. Ele, então, compra uma esposa, Rachel, para ajudá-lo nas tarefas da casa. Mas o casamento é só de fachada, de vez que Rachel continua a ser tratada como a serva que era em seu antigo lar. Um dia, eles recebem a visita de um amigo de David, o guia Jim Fairways. Jim se derrete de amores por Rachel, o que provoca violenta reação do agora ciumento David, que, por fim, descobre as qualidades da companheira.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator/Atriz Personagem
Loretta Young Rachel Harvey
William Holden David Harvey
Robert Mitchum Jim Fairways
Gary Gray Davey
Tom Tully Parson Jackson
Sara Haden Senhora Jackson
Frank Ferguson Senhor Green
Walter Baldwin Gallus
Regina Wallace Senhora Green

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. KATZ, Ephraim, The Film Encyclopedia, sexta edição, Nova Iorque: HarperCollins, 2008 (em inglês)
  2. HARDY, Phil, The Encyclopedia of Western Movies, Londres: Octopus Books, 1985 (em inglês)
  3. JEWELL, Richard B. e HARBIN, Vernon, The RKO Story, terceira impressão, Londres: Octopus Books, 1984 (em inglês)
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço relacionado ao Projeto Entretenimento. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.