Redemoinho de fogo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Um redemoinho de fogo

Um redemoinho de fogo, também chamado de tornado de fogo, é um raro fenômeno no qual o fogo, sob certas condições (dependendo da temperatura do ar e das correntes) adquire uma vorticidade vertical e forma um redemoinho ou uma coluna de ar de orineteção vertical similar a um tornado.

Propriedades[editar | editar código-fonte]

A maioria dos grandes tornados de fogo surgem a partir de incêndios florestais nos quais estão presentes correntes de ar quente ascendentes e convergentes.[1] Usualmente eles têm de 10 a 50 metros de altura e uns poucos metros de largura e duram somente alguns segundos.[2] Alguns podem ter mais de um quilômetro de altura, conter ventos superiores a 160 km/h e durar mais de 20 minutos. Os redemoinhos de fogo podem destruir árvores de 15 metros de altura.[3]

Casos notáveis[editar | editar código-fonte]

O exemplo dos efeitos que pode ter um fenômeno destas características sucedeu-se em 1923 durante o Grande sismo de Kantō, o qual provocou uma tormenta de fogo do tamanho de uma cidade e produziu um redemoinho de fogo que matou a 38,000 pessoas em quinze minutos na região de Hifukusho-Ato, Toquio.

Referências

  1. Umscheid, Michael E.; J.P. Monteverdi, J.M. Davies (2006). «Photographs and Analysis of an Unusually Large and Long-lived Firewhirl» 
  2. Significant Tornadoes 1680–1991: A Chronology and Analysis of Events. [S.l.: s.n.]. ISBN 1879362031
  3. Otways Fire No. 22 - 1982/83 Aspects of fire behaviour. Research Report No.20. [S.l.: s.n.].