Rio Ardila

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ardila
Rio Ardila perto de Moura
Comprimento 140 km
Nascente Espanha
Altitude da nascente 1100 m
Caudal médio N/D m³/s
Foz Guadiana
Área da bacia 1043 km²
País(es) Flag of Spain.svg Espanha
Portugal Portugal

O rio Ardila é um rio internacional que nasce em Espanha na serra de Tentúdia, junto ao mosteiro de Tentúdia e a poucos quilómetros de Valencia del Ventoso, a 1100 m de altitude, e desagua em Portugal na margem esquerda do Guadiana perto de Moura após percorrer cerca de 140 quilómetros[1]. A sua importância como elemento cultural dos concelhos de Moura e Barrancos é quase mítica e o mais importante grupo musical do concelho de Moura chamava-se precisamente Ardila.

O rio cruza transversalmente a província de Badajoz, seguindo uma trajectória este-oeste, com leve inclinação para sudoeste. Atravessa a parte meridional dos municípios de Jerez de los Caballeros e Oliva de la Frontera.

Define uma parte da fronteira Espanha-Portugal. Entra definitivamente em Portugal através do distrito de Beja. Em terras portuguesas, altera o rumo para oeste.

Depois de ter descido praticamente 1000 m, chega ao rio Guadiana, ao qual tributa a uma cota de 95 m. A sua foz fica nas proximidades da cidade de Moura, a sul da barragem de Alqueva, que originou a maior albufeira da Europa.

Afluentes[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Infopédia. «Rio Ardila». Consultado em 2 de dezembro de 2020 
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.