Rosa Alice Branco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Rosa Alice Branco
Nascimento 1950 (67 anos)
Aveiro
Nacionalidade Portugal portuguesa
Ocupação Poetisa

Rosa Alice Branco (Aveiro, 1950) é uma poetisa portuguesa.

Em dezembro de 2016, a sua obra O Gado do Senhor (Cattle of the Lord em inglês), foi seleccionada como um dos “10 Melhores Novos Livros para Ler em Dezembro» pela conceituada The Chicago Review of Books. Este livro traduzido por Alexis Levitin e publicado nos Estados Unidos pela Milkweed Editions[1].

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Animais da Terra, Limiar (1988)
  • O Desenvolvimento da Filosofia do Sugerir: a Percepção como Operação Interpretativa, tese de mestrado (1990)
  • Monadologia Breve, Limiar (1991)
  • O Que falta ao Mundo para ser Quadro, Limiar (1993)
  • A Mão Feliz. Poemas D(e)ícticos, Limiar (1994)
  • O Único Traço de Pincel, Limiar (1997)
  • Da Alma e dos Espíritos Animais, Campo das Letras (2001)
  • Soletrar o Dia, Quasi Edições (2002)
  • Animal Volátil, Edições Afrontamento (2005) - juntamente com Casimiro de Brito
  • O Mundo Não Acaba no Frio dos Teus Ossos, Quasi Edições (2009)
  • Gado do Senhor, & Etc. (2011)
  • Gado e o Gado, & Gado (2018)

Referências

  1. Chicago Review of Books (1 de Dezembro de 2016). «The 10 Best New Books to Read This December». Consultado em 5 de Dezembro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]