Rowan Blanchard

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Rowan Blanchard
Blanchard em Junho de 2015
Nome completo Rowan Eleanor Blanchard
Apelido(s) Row
Nascimento 14 de outubro de 2001 (16 anos)
Los Angeles, Califórnia
Nacionalidade Estadunidense
Ocupação Atriz e ativista
IMDb: (inglês)

Rowan Blanchard (Los Angeles, 14 de outubro de 2001[1]) é uma atriz estadunidense. É mais conhecida por seu papel de Riley Matthews na série Girl Meets World.

Vida pessoal e carreira

Blanchard nasceu em Los AngelesCalifórnia. Filha de Elizabeth e Mark Blanchard-Boulbol, que são instrutores de ioga.[2] Seu avô paterno era um imigrante do Oriente Médio, que era de origem armênia[3] e os ancestrais de sua avó paterna são da Inglaterra, Dinamarca e Suécia.[4] Rowan tem uma irmã mais nova Carmen e um irmão ainda mais novo Shane.[5]

Blanchard começou a atuar aos 5 anos de idade.[5] Em 2010, ela participou do filme The Back-up Plan como a filha de Mona e fez parte do elenco de Dance-A-Lot Robot da Disney Junior interpretando Caitlin. Em 2011 foi escolhida para desempenhar o papel de Rebecca Wilson em Spy Kids: All the Time in the World e Raquel Pacheco em Little in Common. No final de janeiro de 2013, Blanchard foi escolhida para interpretar Riley Matthews na série original do Disney Channel Girl Meets World, e em janeiro de 2015 escolhida para interpretar Cleo no Filme Disney Channel, Invisible Sister.

Em 2016 foi anunciado que Blanchard foi ajustado para co-estrelar em uma adaptação de filme A Wrinkle in Time. O filme estava previsto para começar a produção em novembro.[6]

Trabalhou com Sabrina Carpenter, Peyton Meyer, Corey Foguelmanis, Ben Savage, Daniela Fishel, August Maturo e Francisco Azevedo.


Em um texto publicado em 2015 na sua conta do Instagram, Rowan revelou que sofre de depressão e fala sobre como é ser adolescente:

2015 é o ano mais memorável da minha vida. Foi o primeiro ano em que aprendi o quanto é poderoso estar sozinha – não necessariamente no sentido de relacionamento – mas estar sozinha e estar feliz. Eu me tornei mais tolerante com as minhas próprias ações. Eu me sinto mais conectada comigo mesmo como uma pessoa sabendo que eu nunca vou saber de tudo – e isso é para o melhor. Eu desenvolvi uma versões de mim em que eu posso confiar para cuidarem de mim quando me sinto confusa, que é com frequência. Eu acho que aprendi (e ainda estou reaprendendo) que para realmente passar o resto da sua vida contente, você deve verdadeiramente se apaixonar por você mesmo. Eu tive menos remorsos – eu percebi que somos jovens e as coisas que podem parecer o fim do mundo agora, apesar de serem muito importantes, não serão o fim do mundo no final. Nós podemos superá-las. Quando me encontrei, neste ano em particular, passando por altos e baixos com a depressão, percebi que ao invés de rejeitar e afastar esses sentimentos adolescentes (sentimentos humanos), eu posso aprender a amar a intensidade deles e eu sei que tudo é momentâneo. Quando penso sobre esse ano, eu normalmente associaria com uma emoção ou adjetivo específico (feliz, triste, incrível, etc.), mas eu não posso – tem muitos. Eu aprendi esse ano que felicidade e tristeza não são mutualmente exclusivos. Eles podem existir dentro de mim ao mesmo tempo. Enquanto me tornava mais tolerante comigo e com as minhas emoções, eu me tornei mais tolerante com os outros, especialmente com outros adolescentes. Eu percebi que é realmente estranho crescer agora e que talvez eu não devesse esperar que os outros adolescentes saibam de tudo, se eu mesma não sei. Eu aprendi o quanto eventos políticos e complexos da sociedade afetam diretamente a nossa vida, e como isso pode deixar a sua vida muito mais fácil ou muito mais difícil. Eu percebi que você nem sempre tem que pensar as coisas que você ama numa escala de negócios – se você ama algo, encontre um jeito de fazê-lo – a vida é muito curta. Agora eu tenho que voltar a limpar o meu quarto, porque a minha mãe pensa que eu estou fazendo isso agora, então talvez a minha resolução seja limpar o meu quarto quando a minha mãe mandar. Feliz Ano Novo, eu amo vocês“.

Rowan Blanchard é uma ativista pública em áreas como feminismodireitos humanos, e violência armada. Embora a maioria de seus comentários sobre essas questões sejam publicados via Twitter ou Tumblr, ela falou na conferência anual da ONU Women and US National Committee como parte de #TeamHeForShe, uma campanha feminista.[7]

Em uma série de tweets em Janeiro de 2016, ela declarou que embora ela tivesse "gostado só de meninos" no passado, ela foi "aberta para gostar de qualquer gênero" e portanto ela se identifica como queer.[8]

Filmografia

Televisão

Ano Título Papel Notas
2010 Dance-a-Lot Robot Caitlin Participação
2014-

2017.

Girl Meets World Riley Matthews Protagonista; Série Disney Channel
2015 Best Friends Whenever Participação especial; "Cyd & Shelby's Haunted Scape" (Temporada 1, Episódio 9); Série Disney Channel
Invisible Sister Cleo Protagonista; Filme Disney Channel para a TV
2017 The Goldbergs

Cinema

Rowan em 2013 no  Redlight Traffic's inaugural Dignity Gala
Ano Título Papel Notas
2010 The Back-up Plan Filha de 7 anos de Mona
2011 Pouco em Comum Raquel Pacheco
Pequenos Espiões 4 Rebeca Wilson Elenco principal
2015 A Wrinkle in Time Filmando[9]


Prêmios e Indicações

Ano Prêmio Categoria Trabalho Resultado
2012 Young Artist Awards[10] Best Performance in a Feature Film- Young Actress Ten and Under Pequenos Espiões 4 Indicada
2016 Teen Choice Awards[11] Choice Summer TV Star: Female Girl Meets World

Referências

  1. «WebCite query result». www.webcitation.org. Consultado em 26 de dezembro de 2016 
  2. «Debbie Gibson Online Store - EY Workshop». 1 de julho de 2015. Consultado em 26 de dezembro de 2016 
  3. «Foto do Instagram por Rowan Blanchard • Abr 25, 2015 às 6:58 UTC». Instagram. Consultado em 26 de dezembro de 2016 
  4. Administrator, Super. «Yogalaw | Taking Law to a Higher Place. - Interview with a Yogi». www.yogalaw.com. Consultado em 26 de dezembro de 2016 
  5. a b This is Who I Am: Rowan Blanchard - Girl Meets World, consultado em 26 de dezembro de 2016 
  6. «'A Wrinkle in Time' Adds Zach Galifianakis, André Holland, Rowan Blanchard». EW.com (em inglês). 1 de novembro de 2016 
  7. «Rowan Blanchard gave the most moving feminist speech for at the UN Women's Conference» (em inglês). 2 de Janeiro de 2016 
  8. Weaver, Hilary (18 de Janeiro de 2016). «Girl Meets World Star Rowan Blanchard Came Out As Queer and Went to Bat for Her Disney Character, Too» (em inglês). The Cut 
  9. «Wrinkle in Time Cast Announced as Filming Begins». ComingSoon.net (em inglês). 1 de novembro de 2016 
  10. «33rd Annual Young Artist Awards - Nominations / Special Awards». www.youngartistawards.org. Consultado em 26 de dezembro de 2016 
  11. «Teen Choice Awards 2016: Second Wave Nominations Announced». E! Online (em inglês) 

Ligações externas