São Gonçalo do Abaeté

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de São Gonçalo do Abaeté
"Boreska"
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Fundação 1 de janeiro de 1944
Gentílico são-gonçalense [1]
Prefeito(a) Pacífico César Borba (PSD)
Localização
Localização de São Gonçalo do Abaeté
Localização de São Gonçalo do Abaeté em Minas Gerais
São Gonçalo do Abaeté está localizado em: Brasil
São Gonçalo do Abaeté
Localização de São Gonçalo do Abaeté no Brasil
18° 20' 16" S 45° 49' 58" O18° 20' 16" S 45° 49' 58" O
Unidade federativa  Minas Gerais
Mesorregião Noroeste de Minas IBGE/2008[2]
Microrregião Paracatu IBGE/2008[2]
Municípios limítrofes Três Marias, João Pinheiro, Varjão de Minas, Tiros, Morada Nova de Minas e Buritizeiro
Distância até a capital 380 km
Características geográficas
Área 2 687,410 km² [3]
População 6 252 hab. Censo IBGE/2010[4]
Densidade 2,33 hab./km²
Clima Clima tropical com estação seca (Classificação climática de Köppen-Geiger: Aw)
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,670 médio PNUD/2010[5]
PIB R$ 94 612,591 mil IBGE/2008[6]
PIB per capita R$ 14 675,44 IBGE/2008[6]
Página oficial

São Gonçalo do Abaeté é um município brasileiro do estado de Minas Gerais.

História[editar | editar código-fonte]

Por volta de 1713, em decorrência dos movimentos das entradas e bandeiras, inicia-se o povoamento da região de Paracatu. Negros fugidos de fazendas e lavras lá estabeleciam quilombos, contribuindo também para a ocupação daqueles sertões. Em meados do século XVIII, uma expedição organizada por Manuel Pinto da Fonseca chega aos rios Indaiá e Abaeté. Em pouco tempo, a riqueza destes rios e de outros da região é confirmada com a presença de diamantes - além de ouro - em seus leitos. Para fins de fiscalização, a Coroa Portuguesa instalou, no início do século XIX, vários quartéis gerais, dentre os quais o Quartel Geral de Abaeté, nas cercanias da atual cidade de Tiros. Em maio de 1867, o distrito de Santo Antônio de Tiros é elevado a Paróquia e conta em seu território com o povoado de São Gonçalo de Abaeté. No ano de 1923, Tiros eleva-se à categoria de município, passando São Gonçalo do Abaeté a figurar como um de seus distritos. Sua emancipação política é conseguida vinte anos mais tarde, em 1943. Em 31 de dezembro de 1943 e 1 de janeiro de 1944 tornou-se cidade.

Localização[editar | editar código-fonte]

Está localizada na BR-365 km 325, trevo com a Rodovia Estadual Professor José Acrisio Braga (MG 060)- distante 11 km da cidade. Fica a 380 quilômetros de Belo Horizonte, à 320 quilômetros de Montes Claros, à 110 quilômetros de Patos de Minas, no Alto do Paranaíba/Triângulo Mineiro. Distante 60 km da BR-040 passando pela BR-365. A sede está a 798 metros de altitude.

Economia[editar | editar código-fonte]

Diamante e quartzo, pecuária leiteira e de corte, agricultura como café, eucalipto, soja, algodão, arroz, feijão, cana de açúcar e outras fazem suas riquezas.

Município[editar | editar código-fonte]

São Gonçalo do Abaeté é uma cidade pacata, interiorana, com uma população receptiva e honesta, tem alguns hotéis fazenda e três pousadas dentro de sua área urbana, possui agência lotérica, Banco do Brasil, Sicoob, lojas de eletrodomésticos, hospital e quadras esportivas, custo de vida baixo e linhas de transporte rodoviário diárias, para as cidades de Patos de Minas e João Pinheiro. Anualmente em julho ocorre a maior festa da cidade, a Festa do Cowboy. Sua população estimada em 2010 era de 6 252 habitantes (Censo 2010).

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Localizada na Bacia do São Francisco, São Gonçalo do Abaeté é banhada pelo Rio Abaeté, afluente da margem esquerda do Rio São Francisco. A Bacia do Rio Abaeté, grande parte dentro do município, é alimentada por vários ribeirões e córregos, como exemplo temos: Ribeirão Andrade, Ribeirão Santo Inácio, Córrego Galheiro, Córrego do Lenço, Córrego da Fazenda, Córrego Grande, dentre vários outros.

Distritos e localidades[editar | editar código-fonte]

O município é composto por 3 distritos, sendo Distrito Sede de São Gonçalo do Abaeté; Distrito de Canoeiros; e Distrito de Beira Rio.

O município possui as seguintes localidades: Caraíba, Lagoa do Garimpo, Lagoa do Canastrão, Lagoinha e Pontal do Abaeté.

Referências

  1. http://www.aulete.com.br/s%C3%A3o-gon%C3%A7alense Dicionário Aulete
  2. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  3. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010. 
  4. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010. 
  5. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 31 de julho de 2013. 
  6. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.