João Batista de Rossi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de São João Batista de Rossi)
Ir para: navegação, pesquisa
São João Batista de Rossi
Confessor
Nascimento 22 de fevereiro de 1698 em Voltaggio, Província de Alessandria, Piemonte, Ducado de Saboia
Morte 23 de maio de 1764 (66 anos) em Roma, Estados Papais
Veneração por Igreja Católica
Beatificação 13 de maio de 1860, Roma por papa Pio IX
Canonização 8 de dezembro de 1881, Roma por papa Leão XIII
Principal templo San Giovanni Battista de Rossi, Roma
Festa litúrgica 23 de maio
Gloriole.svg Portal dos Santos

João Batista de Rossi (em italiano: Giovanni Battista de Rossi; 1698–1764) é um santo católico.[1]

Vida e obras[editar | editar código-fonte]

João Batista nasceu na cidade de Voltaggio, na província de Alessandria, Piemonte, na época parte do Ducado de Saboia. Foi uma das quatro crianças de Carlo de Rossi e Francesca Anfosi, relativamente pobres, mas muito piedosos. Por sugestão de um tio, Lorenzo de Rossi, um cônego, viajou para Roma para estudar no Collegium Romano, dos jesuítas, e na faculdade dominicana de São Tomé, a futura Pontifícia Universidade de São Tomás de Aquino (Angelicum).[2][3]

Seu desejo de tornar-se padre era muito intenso, mas foi atrapalhado por alguns episódios de epilepsia, um dos fatores que geralmente servia para excluir candidatos à ordem. Seja como for, João Batista conseguiu uma dispensa e, em 8 de março de 1821, foi ordem sacerdote. Trabalhou incessantemente em Roma em prol das mulheres desabrigadas, prisioneiros e trabalhadores, tornando-se rapidamente um confessor popular. São João Batista era conhecido como um segundo São Filipe Néri.

Por causa de seu desejo de ajudar os necessitados e aflitos, São João acabou sucumbindo a algumas doenças e faleceu em 23 de maio de 1764. Seus restos mortais foram enterrados no altar-mor da igreja Santissima Trinità dei Pellegrini, em Roma, sua base de operações.[1]

Beatificação e canonização[editar | editar código-fonte]

São João Batista de Rossi foi beatificado pelo papa Pio IX em 13 de maio de 1860. O processo havia começado noventa anos antes, mas foi retardado pela Revolução Francesa, as Guerras Napoleônicas e as Revoluções de 1848. Ele foi canonizado depois em 8 de dezembro de 1881 pelo papa Leão XIII.

Legado[editar | editar código-fonte]

A igreja de San Giovanni Battista de Rossi foi dedicada a ele em Roma em 1940, embora a construção tenha sido atrasada pela Segunda Guerra Mundial. O edifício foi finalmente consagrado em 22 de maio de 1965, com a transalação de suas relíquias no dia seguinte, sua festa litúrgica, vindas de Santissima Trinità dei Pellegrini.

Referências

  1. a b Wikisource-logo.svg "St. John Baptist de Rossi" na edição de 1913 da Enciclopédia Católica (em inglês)., uma publicação agora em domínio público
  2. Mougeot, E. (1906). St. John Baptist de Rossi (em inglês). [S.l.]: Benziger Bros. 202 páginas 
  3. «JUAN BAUTISTA DE ROSSI, SAN» (em inglês) 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]