SIG P210

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
SIG P210
Modelo P210-1 civil (c. 1963)
Tipo Pistola semi-automática
Local de origem Suíça
História operacional
Em serviço 1949–atualmente
Histórico de produção
Criador Max Müller, Charles Petter e SIG Neuhausen
Data de criação 1947 como SP47/8
Fabricante SIG, SIG Sauer
Período de
produção
1949–2005
2010–presente
Quantidade
produzida
~350.000 todos os modelos
Variantes Pistole 49, SP47/8, P210 Legend e P210A
Especificações
Peso 970 g (34,2 oz)
Comprimento 215 mm (8,46 in)
Comprimento 
do cano
120 mm (4,72 in)
Largura 27 mm (1,06 in)
Altura 109 mm (4,29 in)
Cartucho 9×19mm Parabellum
7.65×21mm Parabellum
.22 Long Rifle
10mm Auto
Ação Ação de recuo curto
Cadência de tiro Semi-automática
  • 8 munições (9×19mm)
Mira De ferro fixa

A SIG P210 (designação do Exército Suíço Pistola 49, o modelo civil era conhecido como SP47/8 antes de 1957) é uma pistola semiautomática de carregamento automático da culatra, projetada e fabricada em Neuhausen am Rheinfall (Cantão de Schaffhausen, Suíça) pela SIG de 1948 a 2006.

Ela é de construção totalmente em aço, para os cartuchos 9x19mm Parabellum e 7.65×21mm Parabellum. Foi usado entre 1949 e 1975 pelo exército e pelas unidades policiais da Suíça. Também foi adotado e ainda está em serviço nas Forças Armadas Dinamarquesas (como M/49 Neuhausen ou simplesmente Neuhausen), em 1951 pela Bundespolizei alemã e no esporte de tiro.

As pistolas foram descomissionadas e substituídas pela SIG Sauer P220 (designação do Exército Suíço Pistole 75) desenvolvido em 1975. A produção suíça da P210 continuou até 2006. Um novo modelo, o P210 Legend, foi introduzido pela SIG Sauer GMBH da Alemanha em 2010, e outro, o P210A, foi introduzido pela SIG Sauer Inc. de New Hampshire nos Estados Unidos em 2017.

História[editar | editar código-fonte]

O projeto foi derivado da pistola Modèle 1935A, de Charles Petter. Em 1937, a Schweizerische Industrie Gesellschaft (SIG) adquiriu uma licença para o sistema Petter-Browning da SACM, a fim de desenvolver um substituto para o Luger Parabellum 06/29, que estava em serviço desde 1900. Aparentemente não satisfeito com o design de Petter Browning ou as mudanças que eles fizeram, a SIG avaliou nada menos que 11 protótipos de 1942 a 1944. A produção da pistola Selbstladepistole Neuhausen modelo 44/16 começou em 1944. Algumas das características originais de Petter Browning foram mantidas, especificamente o disparo independente e sistemas de recuo. O Neuhausen 44/16 tinha um carregador com capacidade de 16 cartuchos.[1]

O desenvolvimento foi desacelerado devido ao advento da Segunda Guerra Mundial. Após testar vários modelos experimentais (como o mencionado 44/16 com carregador de duas fileiras), o modelo 47/8 foi adotado em outubro de 1948 como o Pistole Modell 1949 (P49) e o SP47/8 para o mercado civil. Algumas séries anteriores foram testadas por atiradores esportivos suecos e pelo exército dinamarquês (designação das Forças Armadas Dinamarquesas Pistol M/1949).[1]

O modelo 47/8 suportava a troca fácil dos canos entre 7,65 e 9mm Parabellum e um kit para converter em calibre 0,22.[1]

SIG M/1949 é a designação do modelo 47/8 comprado para o exército dinamarquês e fornacido também para oficiais, polícia militar e forças especiais, com câmara de 9mm Luger.[1] Normalmente chamado apenas Neuhausen na Dinamarca,[1] esse modelo é marcado com "P m/49" e também conhecido como "P210-DK". O primeiro fornecimento foi em 1950 para o Corpo Técnico do Exército Dinamarquês (marcado como "HTK"), este continuou sendo a arma padrão nas forças armadas dinamarquesas ao longo de 60 anos de uso contínuo, só sendo substituído em 2017 pelo SIG Sauer P320 X-5 Carry.

Em 1957, a designação civil (SP47/8) foi definitivamente alterada para P210, de acordo com a política de nomenclatura da empresa. O modelo P210-1 abrange todos os modelos produzidos até 1965, a designação P210-2 refere-se ao modelo padrão produzido a partir de 1966 (começando com o número de série P 59071).

P210-3 é a designação de uma versão policial produzida de 1951 a 1964 (números de série P 6791 a P 6840 e P 8001 a P 8893), produzida em número limitado para as forças policiais cantonais de Basileia, Lausana e Glarus, com um punhado vendido em o mercado privado. P210-4 foi o modelo feito para a Guarda de Fronteira Alemã (números de série D 1 a D 6500). P210-5 e P210-6 eram modelos civis de tiro ao alvo fabricados nas décadas de 1980 e 1990. O P210-7 era um modelo arofire .22lr raramente produzido, fabricado nas décadas de 1950 e 1960.

A SIG foi renomeada para SIG Sauer após a aquisição pela Sauer & Sohn na década de 1970 e para a Swiss Arms em 2000. A Swiss Arms continuou a produção do modelo P210 para clientes particulares até 2006. A partir de 2010, um novo modelo, chamado P210 Legend, foi fabricado pela SIG Sauer, GMBH de Eckernförde, Alemanha. Este modelo foi exportado para os EUA até 2017, quando a SIG Sauer Inc. de New Hampshire iniciou a produção de seu próprio modelo, denominado P210A, fabricado em Exeter, NH, oferecido em duas versões, Standard (210A-9-B) e Target ( 210A-9-TGT).[2][3]

Referências

  1. a b c d e Mathis, Howard J (1973). Firearms Identification, Volume II 2nd ed. Springfield, Ill., USA: Charles C Thomas. 646 páginas. ISBN 0-398-02355-7 
  2. «SHOT Show 2017: SIG Sauer P210 Target Pistol». American Rifleman. Consultado em 13 de fevereiro de 2017 
  3. «P210 Target». SIG Sauer. Consultado em 4 de junho de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre SIG P210
Este artigo relativo a armas de fogo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.