Forças Armadas Dinamarquesas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

As Forças Armadas do Reino da Dinamarca, conhecida como Defesa Dinamarquesa (em dinamarquês: Forsvaret). A Defesa Dinamarquesa é a união das forças armadas dinamarquesas, incumbida da defesa da Dinamarca e seu governo constituído, assegurando seus interesses, promovendo a paz mundial e também ajuda humanitária.[1]

O Chefe de Defesa é o posto mais alto das Forças armadas dinamarquesas, é o posto máximo do Comando de Defesa, no qual é manuseado pelo Ministro da Defesa. Constitucionalissimamente, O Comandante em chefe é o posto máximo do Estado (Rainha Margarida II); em prática, é o Gabinete, porém, este é incapaz de mobilizar as forças armadas, por fins que não são estritamente orientados para defesa, sem o consentimento do parlamento dinamarquês, o Folketing.

É constituída por quatro ramos (todos os quatro ramos sustentam o prefixo "Real"):

Referências

  1. Defence Command Denmark (29 de janeiro de 2016). «Mission and Objectives». Forsvaret.dk. Consultado em 10 de novembro de 2020 
Ícone de esboço Este artigo sobre a Dinamarca é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.