Culinária da Dinamarca

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Frikadeller acabados de fazer.
Stegt flæsk com batatas e molho de salsa
Rugbrød caseiro.
Risengrød.

A culinária da Dinamarca, tal como a de outros países escandinavos (Suécia e Noruega) e do norte da Europa em geral, como na Alemanha, é composta de pratos pesados, ricos em gorduras e carboidratos. Isto é devido à sua tradição agrícola e ao clima frio, caracterizado por invernos rigorosos e longos.

Antes de o país se industrializar (cerca de 1860), a agricultura de subsistência, gerida pelas famílias, individualmente, era a principal actividade económica da Dinamarca. Os produtos importados eram raros, o que originou hábitos gastronómicos determinados pelos produtos locais: cereais, lacticínios, carne de porco, peixe, maçãs, ameixas, cenouras, batatas, cebolas, cerveja e pão. Os dinamarqueses consomem diversas saladas e legumes cozinhados mas servidos frios. Entre estes, para além dos já referidos, contam-se a couve-flor e a beterraba. São também apreciados os legumes em conserva, tais como pepino, cebola, couve e rodelas de beterraba. Estes são muitas vezes confeccionados e armazenados em casa[1] .

O prato nacional é o smørrebrød (traduzido à letra, pão com manteiga). Smørrebrød são sanduíches abertas que se comem sobretudo ao almoço e são compostas normalmente de peixe ou carnes frias e diversos tipos saladas sobre um pão escuro tipicamente dinamarquês, denominado rugbrød.

A refeição quente de carácter nacional poderá ser carne de porco no forno com batatas aloiradas, couve vermelha cozida e molho castanho (conhecida como flæskesteg). São ainda bastante populares as almôndegas ao estilo dinamarquês, conhecidas por frikadeller, o hakkebøf[2] , o kogt hamburgerryg[1] e o stegt flæsk.

Os molhos são muito usados e podem ser encontrados, por exemplo, nos cardápios dos postos de venda de salsichas tipicamente dinamarqueses conhecidos como pølsevogn. Medisterpølse‎ e rød pølse são exemplos de salsichas dinamarquesas. Os cachorros-quentes dinamarqueses podem também ser complementados com um preparado à base de cebola denominado ristede løg[3] .

Na ilha de Bornholm, existe uma grande tradição de consumo de arenque fumado.[4] Antigamente, quando não era possível comer todo o arenque acabado de fumar no próprio dia, preparava-se no dia seguinte o chamado Bornholm æggekage, que consiste numa omelete com arenque fumado.[5]

No Natal[editar | editar código-fonte]

Na época do Natal, a Dinamarca também tem os seus doces típicos, tais como o risengrød, um arroz-doce com leite, açúcar e canela, com manteiga espalhada sobre tudo, para dar um toque dinamarquês. É conhecido como o prato que o papai noel e seus duendes comem.

Existem também uns biscoitinhos chamados pebernødder, que consistem numa mistura de canela, nozes e pimenta, podendo ser encontrados durante a quadra natalícia em toda a parte, para crianças e adultos.

Dessa época, é também tradicional o Æbleskiver, com uma massa semelhante à das panquecas. Possui, no entanto, uma forma de bola e é consumido com geleia e açúcar. Existem referências a este doce desde o século XVI.

Para além dos doces, existem também pratos típicos da quadra natalícia, tais como a carne assada flæskesteg[6] e seu acompanhamamento brunede kartofler, que consiste de batatas com caramelo, e o ganso assado gåse steg. Os pratos assados são muitas vezes acompanhados por um molho castanho conhecido como brun sovs.[7] [8] [9]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Dinamarca, Guia American Express, Livraria Civilização Editora, Porto, 2006, ISBN 989-550-416-0.
  2. http://www.wonderful-denmark.com/danish-hamburger-steaks.html (em inglês)
  3. http://www.bahncke.dk/side3.php?p_id=34 (em dinamarquês)
  4. Cozinha da Escandinávia, Sónia Maxwell, Lisma, Seixal, 2006, ISBN 989-624-007-8.
  5. Æggekage med røgede sild. (em dinamarquês). Página visitada em 18 de fevereiro de 2010.
  6. http://www.dk-kogebogen.dk/info/link-til-os/hoejtid/jul/julefrokost/flaeskesteg.php (em dinamarquês)
  7. Brun sovs. (em dinamarquês). Página visitada em 6 de março de 2010.
  8. Gåsesteg med brunsovs. (em dinamarquês). Página visitada em 6 de março de 2010.
  9. Flæskesteg med svær (em dinamarquês e inglês). Página visitada em 6 de março de 2010.
Ícone de esboço Este artigo sobre culinária é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Bandeira da Dinamarca Dinamarca
Bandeira • Brasão • Hino • Culinária • Cultura • Economia • Forças Armadas • Geografia • História • Portal • Política • Subdivisões • Imagens