Forças Armadas dos Países Baixos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Forças Armadas dos Países Baixos
Nederlandse krijgsmacht
Emblem igk.svg
Emblema das Forças Armadas dos Países Baixos
País  Países Baixos
Fundação 9 de janeiro de 1814 (209 anos)[1]
Ramos
Lideranças
Comandante em Chefe Governo dos Países Baixos[2]
Ministro da Defesa Onderscheidingsvlag Minister van Defensie (Nederland).svg Henk Kamp
Commandante das Forças Armadas Onderscheidingsvlag van de Commandant der Strijdkrachten 2005.svg General Onno Eichelsheim
Idade dos militares 17 (mínima)
Indústria
Fornecedores nacionais DAF, Damen Naval, Stork, Thales Nederland
Fornecedores estrangeiros  Estados Unidos
 Reino Unido
 Alemanha
 França
 Suécia
 Japão

As Forças Armadas dos Países Baixos (em neerlandês: Nederlandse krijgsmacht) são o conjunto de quatro instituições militares neerlandesas que atuam no âmbito da defesa do Reino dos Países Baixos. Criada em 1814, durante o  Soberano Principado dos Países Baixos Unidos, é um órgão de cooperação nacional e bilateral.[1]

O Ministério da Defesa dos Países Baixos emprega 40 000 pessoas, incluindo tanto civis como militares,[3] com um orçamento de €11,728 bilhões de euros.[4]

Função[editar | editar código-fonte]

Segundo o artigo 97 da Constituição dos Países Baixos, as funções das Forças Armadas do país são:

  • Para defender e proteger os interesses do Reino, assim como para manter e promover a ordem jurídica internacional, existem as Forças Armadas.[2]

Composição[editar | editar código-fonte]

É composto por quatro ramos, os quais exercem o prefixo Koninklijke (Real no sentido de realeza):[5][6]

Dentro do Reino dos Países Baixos, existem pequenas forças armadas locais nas ilhas de Aruba (Arumil) e Curaçao (Antmil). Eles operam sob os auspícios da Marinha Real Neerlandesa e do Corpos da Marinha.

Organograma[editar | editar código-fonte]

Organograma das Forças Terrestres (clique para aumentar).

História[editar | editar código-fonte]

Criação[editar | editar código-fonte]

As Forças Armadas dos Países Baixos foram fundadas em 9 de janeiro de 1814 durante a queda do Primeiro Império Francês, efetivamente ligado ao Soberano Principado dos Países Baixos Unidos. Posteriormente também foram criadas Forças Armadas em territórios ultramarinos neerlandeses. No início de dezembro de 1830, o rei Guilherme I criou o Exército das Índias Orientais Holandesas, precursor do KNIL.[7] Em outubro de 1868, o governo holandês criou as Tropas das Forças Armadas dos Países Baixos no Suriname (TRIS), que serviram como exército colonial holandês na Colônia do Suriname.[8]

1ª e 2ª Guerra Mundial[editar | editar código-fonte]

Durante a Primeira Guerra Mundial, os Países Baixos eram neutros. Durante a Segunda Guerra Mundial o país também era neutro, porém foi invadido pelo Terceiro Reich de 10 a 15 de maio de 1940 durante a Batalha dos Países Baixos, que resultou na capitulação do exército holandês após o Bombardeio de Roterdã. Ex-soldados das forças armadas se juntaram à resistência e lutaram ao lado dos estadounidenses e britânicos durante a libertação em 1944 e 1945.

Desde a Guerra Fria, como parte da OTAN, os Estados Unidos têm armazenado armas nucleares nos Países Baixos para que os militares holandeses possam usá-las em caso de uma emergência.[9]

Fotos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «1814-1870: De kroon op de krijgsmacht» (em neerlandês). Ministério da Defesa dos Países Baixos. Consultado em 10 de outubro de 2021 
  2. a b «Artikel 97: Krijgsmacht» (em neerlandês). De Nederlandse Grondwet. Consultado em 25 de outubro de 2021 
  3. Aantallen personeel
  4. «Financiën | Over Defensie | Defensie.nl» (em neerlandês). Ministério da Defesa. 2020. Consultado em 20 de agosto de 2020 
  5. «Uit welke onderdelen bestaat de Nederlandse krijgsmacht?» (em neerlandês). Rijksoverheid (Governo dos Países Baixos). Consultado em 19 de outubro de 2021 
  6. «2021 Netherlands Military Strength». Consultado em 19 de julho de 2021 
  7. «1814-1914: De krijgsmacht overzee» (em neerlandês). Ministério da Defesa dos Países Baixos. Consultado em 10 de outubro de 2021 
  8. «Troepenmacht in Suriname» (em neerlandês). Oorlogsbronnen. Consultado em 5 de novembro de 2021 
  9. «Waarom biedt Nederland nog onderdak aan Amerikaanse massavernietigingswapens?» (em neerlandês). BNNVARA. 22 de janeiro de 2021. Consultado em 26 de outubro de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Forças Armadas dos Países Baixos
Ícone de esboço Este artigo sobre os Países Baixos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.