Salomé Lamas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Salomé Lamas
Nascimento 1987 (35 anos)
Lisboa
Cidadania Portugal
Alma mater
Ocupação realizadora de cinema, investigadora, video artist
Página oficial
https://salomelamas.info/

Salomé Lamas (Lisboa, 1987) é uma realizadora portuguesa premiada, conhecida por ter realizado os filmes:  Terra de ninguém, Eldorado XXI e Coup de Grâce.

Percurso[editar | editar código-fonte]

Salomé Lamas nasceu em 1987 na capital portuguesa. [1][2]

Estudou cinema Escola Superior de Teatro e Cinema (Portugal) e na Filmová a Televizni Fakulta Akademie Múzick’VCH V Praze (Praga). [3]

Prémios[editar | editar código-fonte]

2012 - Recebeu o Grande Prémio Documentário pelo documentário A Comunidade, no festival Curtas Vila do Conde [4]

2012 - Ganhou o Prémio Novo Talento FNAC, no festival IndieLisboa com Encounters with landscape [5]

2012 - Pelo filme Terra de Ninguém, recebeu 4 prémios no DocLisboa, nomeadamente: Melhor longa-metragem da Competição Portuguesa, Prémio do Público para Melhor Longa Portuguesa, Prémio Restart para Melhor Longa Portuguesa e o Prémio Jameson para Melhor Primeira Obra [6][7]

Obras Seleccionadas[editar | editar código-fonte]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Entre os seus filmes encontram-se: [2][1]

  • 2009Jotta: a minha maladresse é uma forma de delicatesse (documentário sobre a artista plástica Ana Jotta em colaboração com Francisco Moreira) [8]
  • 2010 - Golden Dawn, Imperial Girl
  • 2012 – A Comunidade [11]
  • 2012 – Encounters With Landscape3X
  • 2013Theatrum Orbis Terrarum
  • 2015 – Mount Ananea
  • 2015 – North: Trial by Fire
  • 2016Riots and Rituals
  • 2016 – The Burial Of The Dead
  • 2017 – Horizon Noziroh (no qual colaborou com Gregorio Graziosi e Christoph Both-Asmus)
  • 2020 - Extraction: The Raft Of The Medusa [11]

Livros[editar | editar código-fonte]

É autora dos livros: [16][17]

  • 2016 - Parafiction: selected works, editora Mousse Publishing, ISBN: 9788867492428 [18][19]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b «Salomé Lamas». agencia.curtas.pt. Consultado em 4 de julho de 2021 
  2. a b «Salomé Lamas». APR - Associação Portuguesa de Realizadores. Consultado em 4 de julho de 2021 
  3. «Escola das Artes - Universidade Católica Portuguesa». artes.porto.ucp.pt. Consultado em 4 de julho de 2021 
  4. Nascimento, Frederico Lopes / Marco Oliveira / Guilherme. «A Comunidade». CinePT-Cinema Portugues. Consultado em 4 de julho de 2021 
  5. Nascimento, Frederico Lopes / Marco Oliveira / Guilherme. «Encounters with Landscape (3X)». CinePT-Cinema Portugues. Consultado em 4 de julho de 2021 
  6. Nascimento, Frederico Lopes / Marco Oliveira / Guilherme. «Terra de Ninguém». CinePT-Cinema Portugues. Consultado em 4 de julho de 2021 
  7. Lapa, After You, Interactive Solutions and Gráficos à. «doclisboa - Filmes Premiados». www.doclisboa.org. Consultado em 4 de julho de 2021 
  8. Nascimento, Frederico Lopes / Marco Oliveira / Guilherme. «Jotta: a Minha Maladresse é uma Forma de Délicatesse». CinePT-Cinema Portugues. Consultado em 4 de julho de 2021 
  9. Pimentel, Irene Flunser. «A verdade ou a mentira na "Terra de Ninguém", filme de Salomé Lamas». PÚBLICO. Consultado em 4 de julho de 2021 
  10. Morag, Raya (17 de março de 2020). Perpetrator Cinema: Confronting Genocide in Cambodian Documentary (em inglês). [S.l.]: Columbia University Press 
  11. a b «Extraction: The Raft Of The Medusa». agencia.curtas.pt. Consultado em 4 de julho de 2021 
  12. Público. «Eldorado XXI». Cinecartaz. Consultado em 4 de julho de 2021 
  13. Thompson, Rustin (2 de janeiro de 2019). Get Close: Lean Team Documentary Filmmaking (em inglês). [S.l.]: Oxford University Press. p. 127 
  14. «Coup de Grâce | Gnadenschuss». www.berlinale.de (em inglês). Consultado em 4 de julho de 2021 
  15. «Hotel Royal». agencia.curtas.pt. Consultado em 4 de julho de 2021 
  16. «Salomé Lamas». www.goodreads.com. Consultado em 6 de julho de 2021 
  17. «Obras de Salomé Lamas na Biblioteca Nacional Portuguesa». catalogo.bnportugal.pt. Consultado em 6 de julho de 2021 
  18. McFadyen, Lesley; Hicks, Dan (5 de agosto de 2020). Archaeology and Photography: Time, Objectivity and Archive (em inglês). [S.l.]: Routledge 
  19. «Salomé Lamas : Parafiction - Les presses du réel (book)». www.lespressesdureel.com. Consultado em 6 de julho de 2021 
  20. «O Corpo, a Sexualidade e o Erótico na Obra de Júlio Pomar - Livro - WOOK». www.wook.pt. Consultado em 6 de julho de 2021 
  21. Salomé Lamas. Fatamorgana. Ediz. Illustrata (em inglês). [S.l.]: Mousse Publishing. 23 de fevereiro de 2021 
  22. «Salomé Lamas: Fatamorgana». Mousse Publishing (em inglês). Consultado em 6 de julho de 2021 

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.