Samuel Amsler

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Samuel Amsler
Nascimento 17 de dezembro de 1791
Schinznach
Morte 18 de maio de 1849 (57 anos)
Munique
Nacionalidade Suíça
Ocupação gravurista

Samuel Amsler (Schinznach, 17 de dezembro de 1791 — Munique, 18 de maio de 1849) foi um gravurista suíço.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Amsler nasceu no cantão de Aargau. Estudou sua arte com Johan Heinrich Lips (1758-1817) e com Karl Ernst Hess, em Munique, e a partir de 1816 aperfeiçoou seus estudos na Itália, e principalmente em Roma, até que em 1829 substituiu seu antigo mestre Hess como professor de arte da gravura na academia de Munique.

Os trabalhos que desenhou e gravou são notáveis ​​pela graça das figuras, e pela habilidade maravilhosa com a qual mantém e expressa as características originais das pinturas e estátuas. Foi um admirador apaixonado de Rafael, e obteve grande sucesso na reprodução de suas obras. As gravuras principais de Amsler são: A Marcha Triunfal de Alexandre, o Grande, e um Cristo, a partir das esculturas de Thorwaldsen e Dannecker; as reproduções do Sepultamento de Cristo, e duas Madonas de Raphael, e a União entre a Religião e a Arte, da obra de Overbeck, seu último trabalho, sobre o qual dedicou seis anos.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]