Sestércio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sestércio com a efígie de Vitélio.

O sestércio (sestertius, em latim) era uma antiga moeda romana. O nome provém das palavras latinas semis ("meio") e tres ("três"), isto é, "meio terceiro", porque valia dois asses e meio.

História[editar | editar código-fonte]

O sestércio foi criado por volta de 211 a.C. como uma pequena moeda de prata que valia um-quarto de denário (e, portanto, um-centésimo de um áureo). Quando o valor do denário foi reajustado para 16 asses, o sestércio também sofreu um reajuste, passando a valer 4 asses (mantendo, portanto a paridade equivalente a um-quarto de denário).

Em 23 a.C., a reforma monetária de Augusto transformou o sestércio numa moeda grande de bronze; da mesma forma que o dupôndio, era feito com uma liga dourada chamada oricalco. Circulou até meados do Século III

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • De Schodt, Alphonse. Terme sur les médailles d'Octave-Auguste, in Revue belge de numismatique, Bruxelles 1883.
  • De Witte, Jean. Médailles de Bonosus, in Revue numismatique, Paris 1859.
Ícone de esboço Este artigo sobre numismática é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.