Seu Florindo e Suas Duas Mulheres

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Seu Florindo e Suas Duas Mulheres
 Brasil
1978 •  cor •  96 min 
Direção Mozael Silveira
Roteiro Vitor Lustosa
Elenco Wilza Carla
Mozael Silveira
Lameri Faria
Gênero comédia pornochanchada
Idioma português
Página no IMDb (em inglês)

Seu Florindo e Suas Duas Mulheres é um filme brasileiro de comédia pornochanchada de 1978, protagonizado e dirigido por Mozael Silveira.[1] O roteiro de Vitor Lustosa parodia "Dona Flor e Seus Dois Maridos", invertendo-se o gênero dos personagens principais. Nessa versão, o fantasma é uma mulher, interpretada por Wilza Carla. Filmado em Ribeirão Preto, na sequência final aparecem imagens de um jogo de futebol entre Botafogo e Comercial, o mais tradicional da cidade.

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Wilza Carla...Vadia
  • Mozael Silveira...Florindo das Flores
  • Lameri Faria...Dora Rodrigues
  • Vitor Lustosa...Piolho
  • Lúcia Regina...Mãe de Dora
  • Matheus Matias...Delegado

Sinopse[editar | editar código-fonte]

A foliã Vadia morre durante um desfile de Escola de Samba. O marido dela, o professor de culinária bem-sucedido Florindo, fica bastante abalado e sofre com a viuvez, apesar de Vadia ter sido durante o casamento infiel, jogadora e alcoólica (mostrado em flashback). Ele passa a ser assediado pelas suas alunas e acaba se casando com uma delas, Dora. Mas, um ano depois de casado, o fantasma de Vadia retorna e quer continuar o relacionamento amoroso que tivera em vida com ele.


Referências