Shangri-La Dee Da

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Shangri-La Dee Da
Álbum de estúdio de Stone Temple Pilots
Lançamento 19 de Junho de 2001
Gravação 2000 – 2001
Gênero(s) Rock alternativo
Grunge
Rock experimental
Duração 47:25
Gravadora(s) Atlantic
Produção Brendan O'Brien
Cronologia de Stone Temple Pilots
Nº 4
(1999)
Thank You
(2003)
Singles de Shangri-La Dee Da
  1. "Days of the Week"
    Lançamento: 2001
  2. "Hollywood Bitch"
    Lançamento: 2001

Shangri-La Dee Da foi o quinto álbum de estúdio lançado pelo Stone Temple Pilots em 19 de Janeiro de 2001, em Atlantic Records.

Para a maior parte o álbum mais centrado em músicas suaves, no estilo pop, um pouco diferente do rock encontrado em discos anteriores. Comercialmente, não vendeu bem, em comparação com seus últimos álbuns (foi certificada Ouro) e seu único hit notável foi a música "Days of the Week". Durante a gravação do álbum, a banda também trabalhou em um documentário.

Até ao final de 2008, o disco já tinha vendido 364 mil cópias.[1]

Faixas[editar | editar código-fonte]

  1. "Dumb Love" (Scott Weiland, Dean DeLeo) – 2:52
  2. "Days of the Week" (Weiland, D. DeLeo) – 2:35
  3. "Coma" (Weiland, D. DeLeo, Robert DeLeo) – 3:41
  4. "Hollywood Bitch" (Weiland, R. DeLeo) – 2:44
  5. "Wonderful" (Weiland, R. DeLeo) – 3:47
  6. "Black Again" (Weiland, D. DeLeo, R. DeLeo) – 3:27
  7. "Hello It's Late" (Weiland, R. DeLeo) – 4:22
  8. "Too Cool Queenie" (Weiland, D. DeLeo) – 2:47
  9. "Regeneration" (Weiland, D. DeLeo) – 3:55
  10. "Bi-Polar Bear" (Weiland, D. DeLeo) – 5:04
  11. "Transmissions From a Lonely Room" (Weiland, R. DeLeo) – 3:15
  12. "A Song for Sleeping" (Weiland, R. DeLeo) – 4:15
  13. "Long Way Home" (Weiland, D. DeLeo) – 4:33
Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Allmusic 3 de 5 estrelas. [2]
Rolling Stone 3.5 de 5 estrelas. [3]
Symbol unlikely.svg Esta tabela precisa de ser acompanhada por texto em prosa. Consulte o guia.

Paradas[editar | editar código-fonte]

Créditos[editar | editar código-fonte]

Referências