Shoko Asahara

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Gnome globe current event.svg
Este artigo ou seção se refere ou tem relação com alguém que morreu recentemente.
A informação apresentada pode mudar com frequência. Não adicione especulações, nem texto sem referência a fontes confiáveis. (Editado pela última vez em 7 de julho de 2018.)
Twemoji 1f464.svg
Shoko Asahara
Nome Chizuo Matsumoto
Data de nascimento 2 de março de 1955
Local de nascimento Japão
Data de morte 6 de julho de 2018 (63 anos)
Nacionalidade(s) Japonês
Crime(s) Terrorismo
Pena Pena de morte na forca
Situação Executado

Shoko Asahara (麻原 彰晃 Asahara Shōkō), nascido Chizuo Matsumoto (松本智津夫 Matsumoto Chizuo) (Japão, 2 de março de 1955 - 6 de julho de 2018) foi o fundador do controvertido grupo religioso budista denominado Aum Shinrikyo, também conhecido como Aleph ou Verdade Suprema.[1][2]

Ele era considerado o principal responsável pelo ataque terrorista com gás tóxico sarin ao metrô de Tóquio, ocorrido em 20 de Março de 1995. O atentado causou a morte de 13 pessoas e feriu 6 000.[1][2]

Em setembro de 2006 Asahara foi condenado à pena de morte. Depois disso ele poderia ser executado a qualquer momento, pois os condenados à morte no Japão não são avisados da data de sua execução.[3]

Junto com seis outros membros da seita, Asahara foi executado por enforcamento em julho de 2018.[4]

Ele foi satirizado com um Prêmio IgNobel de matemática em 2011, "por sua contribuição no campo das previsões erradas sobre o Apocalipse". De acordo com a organização do IgNobel, o profeta "ensinou ao mundo a ter cuidado ao elaborar hipóteses e fazer cálculos".[5]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b Yoshida, Reiji (6 de julho de 2018). «Aum Shinrikyo guru Shoko Asahara and five other cultists hanged for mass murders: officials». The Japan Times Online (em inglês). ISSN 0447-5763 
  2. a b «Japão condena à forca mentor de ataque com gás no metrô». G1 > Mundo - NOTÍCIAS. Consultado em 8 de abril de 2017. 
  3. «Guru Shoko Asahara condenado a pena de morte por enforcamento». Port.Pravda.Ru 
  4. McCurry, Justin (6 de julho de 2018). «Japan executes sarin gas attack cult leader Shoko Asahara and six members - reports». the Guardian (em inglês). Consultado em 6 de julho de 2018. 
  5. «Ig Nobel premia profetas do Apocalipse; veja outros ganhadores». Folha Online. Setembro de 2011