Soprano dramático

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Soprano dramático é o timbre mais pesado de soprano com uma poderosa, voz rica, emotiva, que pode cantar acima de uma orquestra completa. Porém vozes mais robustas como as dramáticas geralmente (mas nem sempre) significa menos agilidade do que as vozes mais leves; porém tem um som sustentado, mais completo. Normalmente, essa voz tem uma menor tessitura do que as outras sopranos e um timbre mais escuro. Sopranos dramáticos são frequentemente usados ​​para papéis heroicos, muitas vezes de mulheres trágicas, na ópera. Têm uma gama de cerca de meio C (C 4) para "alto D" (D 6, D em alto). Algumas sopranos dramáticos, conhecidas como sopranos wagnerianas, têm uma voz excepcionalmente grande que pode afirmar-se sobre uma orquestra enorme (com mais de 80 ou até 100 componentes). Essas vozes são substanciais, muitas vezes com um timbre mais denso, extremamente poderoso e, idealmente, equilibrada de maneira uniforme ao longo dos registros vocais. Sopranos wagnerianas costumam interpretar as heroínas míticas. As vozes wagnerianas são raras e muitas vezes os papéis wagnerianos são realizados por sopranos dramáticas italianizadas.[1]

Papeis dramáticos[2][editar | editar código-fonte]

Papeis de soprano wagneriana[2][editar | editar código-fonte]

Sopranos dramáticas[editar | editar código-fonte]

Sopranos wagnerianas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Boldrey, Richard (1994). Guia para papéis de ópera e Arias. Caldwell Publishing Company. ISBN 978-1-877761-64-5 .
  2. a b Coffin, Berton (1960). Coloratura, Lyric and Dramatic Soprano, vol. 1. Rowman & Littlefield Publishers, Inc. ISBN 978-0-8108-0188-2.