Springfield (Oregon)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Springfield
Localidade dos Estados Unidos Estados Unidos
7. Lepley House (Springfield, Oregon).jpg
Cognome(s): The City of Simpsons ("A Cidade dos Simpsons")
Springfield está localizado em: Oregon
Springfield
Localização de Springfield em Oregon
Springfield está localizado em: Estados Unidos
Springfield
Localização de Springfield nos Estados Unidos
Localização
44° 3' 11" N 122° 59' 27" O
Condado Condado de Lane
Estado  Oregon
Tipo de localidade Cidade
Características geográficas
Área 37,3 km²
- água 0,0 km²
População (2006) 55 848 hab. (1 497 hab./km²)
Altitude 156 m
Códigos
código FIPS 69600

Portal Portal Estados Unidos

Springfield é uma cidade localizada no estado norte-americano de Oregon, no Condado de Lane.

A família Briggs primeiro estabeleceu a área de Springfield, chegando em 1848. A comunidade foi incorporada como uma cidade em 1885. A cidade foi nomeada após uma nascente natural localizada em um campo ou pradaria dentro dos limites da cidade atual. Durante a maior parte do século XX, a economia de Springfield dependia em grande parte da indústria madeireira do Oregon, mas desde a década de 1990 a economia se diversificou, sendo agora a PeaceHealth a maior empregadora da cidade. A educação pública na cidade é fornecida pelo Distrito Escolar de Springfield.

História[editar | editar código-fonte]

Os primeiros habitantes da área eram o povo Kalapuya. Também às vezes escrito como Calapooia ou Calapooya, o povo mantinha o vale e suas principais fontes de alimento por queima controlada [1].

Springfield foi colonizada quando Elias e Mary Briggs e sua família chegaram em 1848. Eles estavam entre os primeiros a viajar para a região através da "Rota do Sul" pelo Lago Klamath, passando pelas Cascades, no Vale Rogue e depois ao norte até o Willamette.

De acordo com registros de reivindicação de terras de doações, Stevens foi o primeiro colono a fazer uma reivindicação no local de Springfield, chegando em outubro de 1847. Ele começou a construir uma casa com seus três filhos mais velhos, e quando a casa foi concluída em dezembro, o resto de família se juntou a ele no dia de Natal daquele ano.

Em maio de 1992, o município tornou-se o primeiro nos Estados Unidos a incluir legislação anti-gay em sua carta de cidade depois de uma campanha da Aliança dos Cidadãos do Oregon [2]. No entanto, o legislativo estadual aprovou mais tarde uma lei que impedia que as ordenanças anti-gays fossem aplicadas.

Economia[editar | editar código-fonte]

Durante anos, a economia de Springfield dependia da indústria madeireira, com o maior empregador sendo a WeyerhaeuserCompany. A Weyerhaeuser abriu seu complexo de Springfield em 1949 e, após anos de extração agressiva de madeira, foi forçada a reduzir o tamanho, à medida que a madeira antiga se tornava menos disponível. Na década de 1990, as plantas de serraria e compensado (compensado) da Weyerhaeuser fecharam e a fábrica de papel foi reduzida. Springfield desenvolveu agora uma economia mais diversificada.

O irmão de Ken Kesey, Chuck, e a esposa de Chuck, Sue, começaram o Springfield Creamery em 1960. O negócio sobrevive hoje baseado parcialmente nas vendas de seu principal produto, Nancy's Yogurt, desenvolvido a partir de receitas de Nancy Hamren. Na década de 1970, o laticínio evitou a falência com a ajuda da banda de rock Grateful Dead, que ao longo do tempo realizou uma série de 10 concertos beneficentes em nome do laticínio. O documentário Sunshine Daydream foi filmado na primeira apresentação em 27 de agosto de 1972 [3].

A cidade de Springfield é cercada por pomares de avelã. A produção diminuiu ao longo do tempo, à medida que os campos foram sendo desenvolvidos. A cidade era patrocinadora anual do Filbert Festival no início de agosto como uma celebração geral de verão, com música, comida e diversão para a família; foi cancelado em 2007 devido à retirada de um patrocinador-chave e o futuro do festival é incerto. A colheita de filbert ocorre em outubro. 98% da produção americana de filbert é colhida no Vale do Willamette.

Demografia[editar | editar código-fonte]

Segundo o censo norte-americano de 2000, a sua população era de 52.864 habitantes.[4] Em 2006, foi estimada uma população de 55.848,[5] um aumento de 2984 (5.6%).

Geografia[editar | editar código-fonte]

De acordo com o United States Census Bureau tem uma área de 37,3 km², dos quais 37,3 km² cobertos por terra e 0,0 km² cobertos por água. Springfield localiza-se a aproximadamente 156[6] m acima do nível do mar.

Os Simpsons[editar | editar código-fonte]

Mural dos Simpsons com o letreiro de Springfield atrás.

De acordo com o criador da série, Matt Groening, a inspiração da cidade fictícia de Os Simpsons é a cidade no estado de Oregon. A verdadeira localização da cidade da família animada da TV foi mantida em segredo por cerca de 23 anos, até ser revelada a sua verdadeira inspiração. "Springfield na verdade é uma cidade no Oregon. A única razão é: quando eu era uma criança, existia um programa chamado "Papai Sabe Tudo", que era situado nessa Springfield e eu fiquei emocionado na época por que imaginei que fosse a cidade mais próxima a Portland, minha cidade natal", disse Matt, em entrevista a "Smithsonian Magazine". Dias depois ele desmentiu que essa seja a Springfield em que ele se inspirou.Ele disse "nunca disse que Springfield estava em Oregon". Ele afirma que Springfield era o nome do seu trenó.

Localidades na vizinhança[editar | editar código-fonte]

O diagrama seguinte representa as localidades num raio de 28 km ao redor de Springfield.

Localidades na vizinhança
SpringfieldSpringfield
Localidade com 969 habitantes (2000). Coburg (11 km)
Localidade com 3579 habitantes (2000). Creswell (15 km)
Localidade com 137893 habitantes (2000). Eugene (10 km)
Localidade com 2795 habitantes (2000). Harrisburg (28 km)
Localidade com 4721 habitantes (2000). Junction City (25 km)
Localidade com 857 habitantes (2000). Lowell (22 km)


Referências

  1. «Indian Use of Fire in Early Oregon». oregonencyclopedia.org. Consultado em 20 de agosto de 2019 
  2. Service, New York Times News. «Oregon to vote on plan to allow bias against gays Conservative group forces a referendum». baltimoresun.com (em inglês). Consultado em 20 de agosto de 2019 
  3. «Review». Sunshine Daydream. Consultado em 20 de agosto de 2019 
  4. «U.S. Census Bureau. Census 2000 Summary File 1». Consultado em 30 de outubro de 2007. Arquivado do original em 11 de janeiro de 2010 
  5. U.S. Census Bureau. Estimativa da população (julho de 2006)
  6. U.S. Board on Geographic Names. Topical Gazetteers Populated Places. Gráficos do banco de dados de altitudes dos Estados Unidos da América

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre cidades do Oregon é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.