Start Me Up

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
"Start Me Up"
Single de The Rolling Stones
do álbum Tattoo You
Lado B "No Use in Crying"
Lançamento Agosto de 1981
Gravação Janeiro a Março de 1978
Gênero(s) hard rock, rock n' roll
Duração 3:34
Gravadora(s) Rolling Stones
Composição Mick Jagger e Keith Richards
Produção The Glimmer Twins
Cronologia de singles de The Rolling Stones
"She's So Cold"
(1981)
"Waiting on a Friend"
(1981)

Start Me Up é uma das mais famosas canções da banda de rock britânica The Rolling Stones. Ela foi composta por Mick Jagger e Keith Richards e lançada como primeiro single de trabalho do álbum Tattoo You, de 1981. A canção alcançou a 2a posição na Billboard Hot 100, e a 7a na UK Singles Chart. Um videoclipe para esta música foi gravado, tendo sido dirigido por Michael Lindsay-Hogg.

A música foi originalmente ensaiada sob influência do reggae, com o título de trabalho "Never Stop", ainda em 1975, durante as sessões do álbum Black and Blue. O balanço de Start Me Up foi registrado durante essas sessões, mas foi durante as sessões de 1978 para o álbum Some Girls, onde a levada mais rock foi infundida. Conforme relata a revista Galileu, a banda inovou ao gravar o som da bateria no banheiro do estúdio Power Station, em Nova York.[1]

Start Me Up foi uma das 3 canções tocadas pelo grupo em seu show realizado no Super Bowl XL, em 2006, no estádio Ford Field, em Detroit, Michigan.[2]

A revista Rolling Stone classificou-a em 8º lugar da lista "The Best Sports Hymns" (os melhores hinos do esporte).

Créditos[editar | editar código-fonte]

Uso Comercial[editar | editar código-fonte]

  • A Microsoft pagou cerca de US$ 3 milhões para usar essa música em sua campanha de marketing do Windows 95.[3][4] Esta foi a primeira vez que os Rolling Stones permitiram que uma empresa usasse suas músicas em uma campanha publicitária.[5] A negociação entre a Microsoft e o agente da banda, o príncipe Rupert, se arrastou por meses. Como resultado, uma versão ligeiramente diferente da faixa original em sua versão de estúdio foi cedida para ser a trilha sonora da campanha publicitária do então novo e emergente sistema operacional.[6]
  • Este anúncio foi parodiado por Bob Rivers, em uma música chamada «Windows 95 Sucks»,[7] que foi erroneamente creditada a Weird Al Yankovic.
  • Em 2012, uma versão remix da música foi usada como trilha sonora de uma campanha publicitária da Omega por seu papel como cronometrista oficial dos Jogos Olímpicos de Verão de 2012.[8]

Desempenho nas Paradas Musicais e Certificações[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. revistagalileu.globo.com/ 50 anos de Rolling Stones, 50 anos de tecnologia
  2. «Stones self-censor - Salon.com». Web.archive.org. 6 de fevereiro de 2006. Consultado em 2 de fevereiro de 2017. Cópia arquivada em 16 de outubro de 2012 
  3. McNamara, Paul (29 de junho de 2011). «What Microsoft paid The Stones to help launch Windows 95». Network World. Consultado em 25 de outubro de 2016. Cópia arquivada em 25 de outubro de 2016 
  4. "Toronto’s Jingle King still crooning" Arquivado em 5 de junho de 2016 no Wayback Machine. Toronto Star, Christopher Reynolds June 5, 2016
  5. «Michael Gartenberg - The Story behind "Start Me Up" and Windows 95». 7 de abril de 2008. Consultado em 2 de fevereiro de 2017. Cópia arquivada em 7 de abril de 2008 
  6. Gartenberg, Michael (22 de agosto de 2006). «The Story behind «Start Me Up» and Windows 95». jupiterresearch.com (em inglês). Consultado em 2 de fevereiro de 2017. Cópia arquivada em 14 de dezembro de 2007 
  7. «Windows 95 Sucks - Bob Rivers Music Video». YouTube. 29 de agosto de 2006. Consultado em 25 de outubro de 2016 
  8. Stone, Rolling (31 de maio de 2012). «Rolling Stones Help Launch Omega Olympic Campaign with 'Start Me Up'». Rolling Stone. Consultado em 25 de outubro de 2016. Cópia arquivada em 25 de outubro de 2016 
  9. «The Rolling Stones - Start Me Up» (em alemão). Charts.de. Media Control. Consultado em 2 de fevereiro de 2017.
  10. «The Rolling Stones – Start Me Up Austriancharts.at» (em alemão). Ö3 Austria Top 40. Hung Medien. Consultado em 2 de fevereiro de 2017.
  11. «Ultratop.be – The Rolling Stones – Start Me Up» (em neerlandês). Ultratop 50. Ultratop & Hung Medien / hitparade.ch. Consultado em 2 de fevereiro de 2017.
  12. «The Rolling Stones Album & Song Chart History» (em inglês). Canadian Hot 100 para The Rolling Stones. Consultado em 2 de fevereiro de 2017.
  13. «The Rolling Stones Album & Song Chart History» (em inglês). Billboard Hot 100 para The Rolling Stones. Consultado em 2 de fevereiro de 2017.
  14. «Chart Track» (em inglês). Irish Singles Chart. GfK. Consultado em 2 de fevereiro de 2017.
  15. «Norwegiancharts.com – The Rolling Stones – Start Me Up» (em inglês). VG-lista. Hung Medien. Consultado em 2 de fevereiro de 2017.
  16. «Charts.org.nz – The Rolling Stones – Start Me Up» (em inglês). Top 40 Singles. Hung Medien. Consultado em 2 de fevereiro de 2017.
  17. «Dutchcharts.nl – The Rolling Stones – Start Me Up» (em neerlandês). Mega Single Top 100. Hung Medien / hitparade.ch. Consultado em 2 de fevereiro de 2017.
  18. «Swedishcharts.com – The Rolling Stones – Start Me Up» (em inglês). Singles Top 60. Hung Medien. Consultado em 2 de fevereiro de 2017.
  19. «The Rolling Stones – Start Me Up swisscharts.com» (em inglês). Swiss Singles Chart. Hung Medien. Consultado em 2 de fevereiro de 2017.
  20. «Billboard Hot 100 60th Anniversary Interactive Chart». Billboard. Consultado em 10 de dezembro de 2018