Sulforodamina B

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Sulforodamina B
Alerta sobre risco à saúde
SulforhodamineB.png
Nome IUPAC 2-(3-diethylamino-6-diethylazaniumylidene-xanthen-9-yl)-5-sulfo-benzenesulfonate
Identificadores
Número CAS 3520-42-1
PubChem 65191
Número EINECS 220-025-2
ChemSpider 58690
SMILES
InChI
1/C27H30N2O7S2/c1-5-28(6-2)18-9-12-21-24(15-18)36-25-16-19(29(7-3)8-4)10-13-22(25)27(21)23-14-11-20(37(30,31)32)17-26(23)38(33,34)35/h9-17H,5-8H2,1-4H3,(H-,30,31,32,33,34,35)
Propriedades
Fórmula molecular C27H30N2O7S2
Massa molar 558.666 g/mol
Exceto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições normais de temperatura e pressão

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.

Sulforodamina B ou vermelho Kiton 620 (C27H30N2O7S2) é um corante fluorescente.[1]

O corante tem sua máxima absorbância a luz de 565 nm e máxima fluorescência de emissão a luz de 585 nm.[1] Não exibe dependência do pH para absorção ou fluorescência sobre a faixa de 3 a 10.[2]

É solúvel em metanol (1 mg/ml), água (10 g/100ml) e glicerol. É insolúvel em gorduras.[1]

Sofre foto-oxidação quando em meio aquoso quando absorvida por dióxido de titânio e exposta a comprimentos de luz visível.[3]

Usos[editar | editar código-fonte]

Possui usos abrangendo desde fluorescência induzida por laser (LIF) à quantificação de proteínas celulares de células cultivadas. O corante sólido, de coloração vermelha, bastante solúvel em água é primariamente usado como um corante traçante polar.[1]

Sulforodamina B é frequentemente usado como um traçador polar membrana impermeável[4] ou usado para determinação de densidade celular via determinação de proteínas celulares (ensaio de citotoxicidade).[5]

Referências

  1. a b c d «Sulforhodamine B sodium salt (CAS 3520-42-1)». Santa Cruz Biotechnology 
  2. Coppeta, Rogers; Rogers, C. (1998). «Dual Emission Laser Induced Fluorescence for Direct Planar Scalar Behavior Measurements». Experiments in Fluids. 25: 1–15. doi:10.1007/s003480050202 
  3. Guangming Liu, Xiangzhong Li, and Jincai Zhao; [ Photooxidation Pathway of Sulforhodamine-B. Dependence on the Adsorption Mode on TiO2 Exposed to Visible Light Radiation]; Environ. Sci. Technol., 2000, 34 (18), pp 3982–3990 - DOI: 10.1021/es001064c
  4. Viricel W; Mbarek A; Leblond J (2015). «Switchable Lipids: Conformational Change for Fast pH-Triggered Cytoplasmic Delivery». Angewandte Chemie International Edition. 54: 12743–12747. doi:10.1002/anie.201504661 
  5. Vichai V; Kirtikara K (2006). «Sulforhodamine B colorimetric assay for cytotoxicity screening». Nature Protocols. 1: 1112–1116. doi:10.1038/nprot.2006.179 

Ver também[editar | editar código-fonte]