Taraxacum officinale

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

[1]

Como ler uma caixa taxonómicaTaraxacum officinale
Taraxacum officinale - Köhler–s Medizinal-Pflanzen-135.jpg

Classificação científica
Reino: Plantaee
Ordem: Asterales
Família: Asteraceae
Género: Taraxacum
Espécie: T. officinale
Nome binomial
'''Taraxacum officinale'''
Wiggers

A Taraxacum officinale é a espécie mais disseminada de dente-de-leão. O dente-de-leão é o nome geral de espécies de Taraxacum, entre elas a mais difundida é T. officinale. Folhosa perene de porte baixo, ela produz folhas serrilhadas e flores amarelas. Na Europa, foi alimento importante na Idade Média. Hoje, todavia, muitas vezes é considerada planta invasora de lavouras, pastagens, gramados e jardins. Por outro lado, por sua rusticidade, pode ser manejada em hortas caseiras para o consumo como hortaliça. No Brasil, é pouco utilizada na alimentação, sendo mais empregada como planta medicina4l. Entretanto, é valorizada como hortaliça pela agricultura alternativa.

Uso culinário: de sabor amargo característico, as folhas mais novas são utilizadas em saladas, e as mais velhas, refogadas. Empregam-se também no preparo de croquetes, sopas, farofas e sucos mistos. O dente-de-leão desidratado é, ainda, utilizado no preparo de chás. As flores e raízes, um pouco amargas, são também comestíveis.

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Taraxacum officinale
Ícone de esboço Este artigo sobre Flores, integrado no Projeto Plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Alimentos regionais brasileiros / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica. – 2. ed. – Brasília : Ministério da Saúde, 2015.