The Cuckoo's Calling

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
The Cuckoo's Calling
Quando o Cuco Chama (PT)
O Chamado do Cuco (BR)
Primeira edição do livro.
Autor(es) J. K. Rowling, sob o pseudônimo de Robert Galbraith
Idioma inglês
País  Reino Unido
Gênero Romance policial
Série Cormoran Strike
Editora Sphere Books
Lançamento Abril de 2013
Páginas 464
Edição portuguesa
Tradução Ana Saldanha
Maria Georgina Segurado
Rita Figueiredo
Editora Editorial Presença
Lançamento 15 de outubro de 2013
Páginas 496
ISBN 978-972-23-5153-9
Edição brasileira
Tradução Ryta Vinagre
Editora Rocco
Lançamento 1º de novembro de 2013
Páginas 448
ISBN 978-853-25-2874-2
Cronologia
The Silkworm
(2014)

The Cuckoo's Calling (Quando o Cuco Chama (título em Portugal) ou O Chamado do Cuco (título no Brasil))[1][2] é um romance policial escrito pela escritora britânica J. K. Rowling, e publicado sob o pseudônimo de Robert Galbraith.[3][4] A autoria de Rowling foi revelada pelo The Sunday Times em 13 de julho de 2013,[5] depois de uma investigação de como um autor estreante, "com um histórico no exército e na indústria de segurança civil", poderia escrever seu primeiro romance de forma confiante. Depois de ser revelada como a autora, Rowling disse que ela teria gostado de permanecer anônima por mais algum tempo afirmando que ser Robert Galbraith havia sido uma experiência libertadora.[6]

O escritório de advocacia cujo funcionário foi o responsável por revelar o identidade de J.K. Rowling como autora de The Cuckoo's Calling vai pagar a ela os custos legais de um processo movido pela editora Sphere, responsável pelo lançamento do livro e ainda fazer doações à entidade The Soldiers' Charity,[7] instituição para qual Rowling também está doando seus royalties pelos proximos três anos.[7]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Depois de perder sua perna em uma mina no Afeganistão, Detetive Cormoran Strike investiga o suicídio de uma supermodelo, pensando estar apenas tocando sua vida como investigador privado.[8] Strike conseguiu um cliente e os credores o estão chamando. Ele também terminou com sua namorada de longo prazo e está vivendo em seu escritório.[9]

Então, John Bristow passa por sua porta com uma história impressionante: Sua irmã, a lendária modelo Lula Landry,[9] conhecida por seus amigos como Cuckoo, notoriamente havia morrido alguns meses atrás. A polícia julgou como suicídio, mas John se recusa a acreditar nisto.[9] O caso liga Strike com o mundo dos belos milionários, namorados rockstars e designers desesperados, e isso o introduziu a todas as mais diferentes formas de prazer, tentação, sedução e ilusões que o homem conhece.[9]

Você pode pensar que conhece detetives, mas você nunca conheceu um como Strike. Você pode pensar que conhece ricos e famosos, mas você nunca os viu sob uma investigação como essa.

Personagens[editar | editar código-fonte]

Principais[editar | editar código-fonte]

  • Cormoran Strike
  • Robin Venetia Ellacott
  • Lula Landry (Bristow)
  • John Bristow
  • Charlie Bristow

Secundários[editar | editar código-fonte]

  • Alison
  • Tony Landry
  • Lady Yvette Landry Bristow
  • Sir Alec Bristow
  • Cipriano May
  • Ursula MayEvan Duffield
  • Rochelle Onifade
  • Guy Somé
  • Deeby Macc
  • Kieran Kolovas-Jones
  • Ciara Porter
  • Freddy Bestigui
  • Tansy Bestigui
  • Bryony Radford Marlene Higson
  • Jonah AgyemanLucy Strike
  • Jonny Rokeby
  • Leda Strike
  • Charlotte Campbell
  • Matthew Cunliffe

Vendas e recepção[editar | editar código-fonte]

Antes de Rowling ser revelada como autora, 1.500 cópias do livro foram vendidas desde o seu lançamento em abril de 2013.[10] O livro pulou da 4709.ª posição para o primeiro lugar da lista de best-sellers na Amazon.com depois da revelação da autoria, em 13 de julho de 2013.[5]

A obra foi aclamada por quase toda a crítica, apesar de não ter sido um grande evento comercial. No site Goodreads, de leitura online, o romance teve uma classificação de 4 em 5 estrelas,[11] indicando comentários quase totalmente favoráveis ​​para o livro com um total de 82 votos e 36 reviews.[11] O Publishers Weekly disse que o romance combinando "um detetive complexo e atraente, e uma assistente igualmente bem formada e improvável com um crime desconcertante" é ideal para fazer uma estreia brilhante.

Agradecimentos da autora e sequência[editar | editar código-fonte]

Cerca de um dia após a revelação da autoria de J. K. Rowling sobre The Cuckoo's Calling, o site oficial da escritora foi atualizado com uma declaração confirmando uma sequência para o livro, e agradecendo aos colaboradores e fãs.[12]

"Eu esperava manter esse segredo por mais tempo, porque ser Robert Galbraith tem sido uma experiência libertadora! Tem sido maravilhoso publicar sem publicidade ou expectativas e puro prazer receber opiniões de editores e leitores por baixo de um nome diferente. A vantagem do livro ter sido descoberto é que eu posso agradecer publicamente a meu editor David Shelley, que tem sido um grande cúmplice no crime, todas essas pessoas da Little Brown que têm trabalhado tão duro em The Cuckoo’s Calling sem perceber que fui eu quem escrevi, e os leitores e revisores, tanto nas revistas quanto online, que têm sido tão generosos com a novela. E para aqueles que perguntaram sobre uma sequência, Robert certamente pretende continuar a escrever a série, embora ele provavelmente continuará a recusar aparições públicas."[12]

Edições brasileiras[editar | editar código-fonte]

No Brasil, o livro foi lançado oficialmente no primeiro dia de novembro de 2013 pela Editora Rocco,[13] a mesma que publica a coleção Harry Potter, com três versões: capa dura (ISBN 9788532528742), brochura (ISBN 9788532528735) e e-book (ISBN 9788581223018). Todas as versões brasileiras contam com a capa original britânica.

Adaptação[editar | editar código-fonte]

Em 10 de dezembro de 2014, foi anunciado que o o livro de "Cormoran Strike" deve ser adaptado como uma série de televisão para BBC One, começando com The Cuckoo's Calling ("O Chamado do Cuco"). Rowling mesmo fará o roteiro e também irá colaborar no projeto. O números de episódios foram decididos dois anos mais tarde; apenas 7, ao total.[14][15]

O site especializado em produção de TV, cinema e comerciais The Knowledge afirma que as gravações de Cormoran Strike irão se iniciar em Londres no outono britânico, que vai de setembro a novembro de 2016.

De acordo com o site, a série, baseada nos romances de J.K. Rowling (escritos sob o pseudônimo de Robert Galbraith), terá sete episódios de sessenta minutos cada, que cobrirão os três primeiros livros – e os únicos lançados – sobre o detetive Cormoran Strike e sua assistente, Robin. No entanto, isso acaba levantando a questão se, na verdade, será somente uma minissérie, ou se, como Sherlock, ela terá temporadas esporádicas.

Sarah Phelps, que adaptou Morte Súbita para a televisão, também será responsável pela adaptação de O Chamado do Cuco, enquanto que Ben Richards terá a tarefa de adaptar O Bicho-da-Seda. Vocação Para o Mal ainda não tem um(a) roteirista.

Com a aproximação das filmagens, é de se esperar que, muito logo, teremos os atores que irão fazer parte do elenco! Talvez com um anúncio oficial da BBC também teremos esclarecimentos sobre a confusão da duração.

A série é produzida pela Brontë Film and Television, produtora independente fundada por Rowling e seu agente, Neil Blair. Ambos servirão como produtores-executivos ao lado de Ruth Kenley-Letts e Lucy Richer. A direção é de Julian Farino.

Após a confirmação de que Tom Burke e Holly Grainger estrelariam juntos em "Cormoran Strike" (novo nome para The Cormoran Strike Mysteries e The Strike Series), as primeiras imagens da série foram divulgadas nas redes sociais.[16]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Quando o Cuco Chama». Wook.com. Consultado em 28 de setembro de 2013 
  2. «Novo livro da autora de Harry Potter já está em pré-venda no Brasil». ibahia.com. 5 de outubro de 2013 
  3. Folha. «J.K. Rowling, que usou pseudônimo em novo livro, foi desmascarada por professor». Folha de S. Paulo. Consultado em 15 de julho de 2013 
  4. «It's Harry Potter & the secret bestseller» (em inglês). The Sun. 15 de julho de 2013. Consultado em 16 de julho de 2013 
  5. a b Daily Mail. «JK Rowling's crime novel written under pseudonym was rejected by publisher before sales soared when she was revealed as the author». Consultado em 1 de agosto de 2013 
  6. Rafael Maia. «J.K. Rowling usa outro nome para lançar livro (vira best-seller mesmo assim)». PapelPop. Consultado em 15 de julho de 2013 
  7. a b Driscoll, Molly. «Law firm that revealed J.K. Rowling's identity donates funds to soldiers' charity». The Christian Science Monitor. Consultado em 1 de Agosto de 2013 
  8. The Rediff on thte Net. «JK Rowling unmasked as secret crime novelist». Rediff.com. Consultado em 31 de Agosto de 2013 
  9. a b c d Publishers Weekly. «The Cuckoo's Calling». Publishersweekly.com. Consultado em 1 de Agosto de 2013 
  10. Sarah Lyall (14 de julho de 2013). «This Detective Novel's Story Doesn't Add Up» (em inglês). New York Times. Consultado em 16 de julho de 2013 
  11. a b Goodreads. «The Cuckoo's Calling». Goodreads.com. Consultado em 1 de Agosto de 2013 
  12. a b J.K. Rowling (15 de julho de 2013). «J.K. Rowling's statement regarding 'The Cuckoo's Calling' by Robert Galbraith» (em inglês). JKRowling.com. Consultado em 16 de julho de 2013 
  13. «Editora Rocco divulga capa de "O Chamado do Cuco" e anuncia data de lançamento no Instagram». Potterish.com. Consultado em 14 de Novembro de 2013 
  14. «BBC - Robert Galbraith's Cormoran Strike novels to be adapted for major new BBC One drama series - Media Centre». bbc.co.uk 
  15. Nancy Tartaglione. «JK Rowling's 'Cuckoo's Calling' To Become BBC Drama Series - Deadline». Deadline 
  16. «Potterish - Tom Burke e Holliday Grainger estarão na série The Strike Series»