The Official Charts Company

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Novo logótipo da Official Charts Company.

The Official Charts Company (OCC), antes chamado Chart Information Network (CIN) e depois The Official UK Charts Company, compila várias tabelas musicais oficiais do Reino Unido, incluindo UK Singles Chart, o UK Albums Chart, e o UK Official Download Chart, como também tabelas que avaliam por género musical e vídeos musicais.

The OCC produz as tabelas através da recolha e combinando de dados das vendas das canções, através do mercado de investigadores Millward Brown. A OCC tem créditos para cobrir 99% das vendas dos singles e 95% das vendas dos álbuns, e tem como objectivo recolher os dados a partir de qualquer das cem tabelas musicais por semana.[1]

Coopera juntamente com a British Phonographic Industry e a British Association of Record Dealers. Desde de 1 de Julho de 1997, CIN e a OCC compilavam as tabelas musicais oficiais. Depois desta data, as tabelas musicais começaram a ser produzidas por recolha de dados do mercado musical, começando com o British Market Research Bureau em 1969, e depois com Gallup. Depois da produção de tabelas oficiais, vários temas foram adaptados a tabelas musicais, a mais notável foi pela a NME, que começou a elabora-los em 1952. Parte destas tabelas musicais antigas foram convertidas e fazem partes da OCC.

Todas as tabelas musicais da OCC são actualizadas todas as segundas-feiras, e posiciona as vendas musicais da semana precedente. As tabelas musicais de género específico inclui UK Dance Chart, UK Indie Chart, UK R&B Chart e UK Rock Chart. Outras: Scottish Singles and Albums, Welsh Singles and Albums, UK Budget Albums. Também produzem UK DVD Chart.

A 5 de Setembro de 2008, The Official UK Charts Company renomeou-se para The Official Charts Company e introduziu recentemente um novo logótipo.[2]

Referências

  1. ""The Official UK Charts "" (em inglês). Digital Jam Studios. Consult. 10 de Agosto de 2009. 
  2. ""BBC Radio 1"" (em inglês). BBC. Consult. 10 de Agosto de 2009. 

Ver também[editar | editar código-fonte]