Time of the Season

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"Time of the Season"
Single de The Zombies
do álbum Odessey and Oracle
Lado B "Friends of Mine"
Lançamento Novembro de 1968
Formato(s) Disco de vinil de 45 rpm
Gravação Agosto de 1967, no Abbey Road Studios
Gênero(s) Pop/rock
Duração 3:35
Gravadora(s) Columbia Records
Composição Rod Argent
Produção The Zombies, Al Kooper
Cronologia de singles de The Zombies
Último
Último
"Butcher's Tale (Western Front 1914)"
(1968)
"Imagine the Swan"
(1969)
Próximo
Próximo

"Time of the Season" é uma canção escrita por Rod Argent e gravada por sua banda, os Zombies, em agosto de 1967 nos estúdios de Abbey Road. Lançada como terceiro compacto simples de Odessey and Oracle, o terceiro álbum da banda, em novembro de 1968, a canção acabou por obter sucesso inesperado nos Estados Unidos e no Canadá.

Informação[editar | editar código-fonte]

"Care of Cell 44" e "Butcher's Tale (Western Front 1914)", outras duas faixas de Odessey and Oracle foram lançadas no formato compacto simples, sem obter sucesso algum. O album só continuou sendo promovido por insistência de Al Kooper, representante de A&R da Columbia Records. Foi Kooper que arranjou o lançamento de "Butcher's Tale", uma das faixas de sonoridade menos comercial do álbum, na esperança de que esta pudesse fazer sucesso graças a sua mensagem anti-guerra, visto que o movimento pacifista esta em seu auge naquele momento. "Time of the Season" só foi lançada no formato compacto simples por impulso de Kooper e atingiu seu pico de sucesso no início de 1969, mais de um ano após a separação da banda. A canção atingiu a primeira posição na parada canadense e a terceira na Billboard Hot 100. Assim como os dez compactos anteriores dos Zombies, "Time of the Season" não obteve êxito algum no Reino Unido, terra natal da banda.

Características[editar | editar código-fonte]

A canção é marcada pela voz rara do vocalista Colin Blunstone, pelo riff de baixo memorável de Chris White (semelhante ao de "Stand By Me", sucesso de Ben E. King) e pela improvisação rápida e psicodélica de Argent no teclado. A letra é uma representação arquetípica do chamado Verão do Amor. A canção é famosa por seus versos contendo perguntas e respostas:"What's your name? [What's your name?] / Who's your daddy? [Who's your daddy?] / [He rich?] Is he rich like me?" ("Qual é o seu nome? [Qual é o seu nome?] / Quem é o seu pai? [Quem é o seu pai?] / [Ele é rico?] Ele é rico como eu?").

Uso na cultura popular[editar | editar código-fonte]

A canção "Time of Season" é frequentemente utilizada em veículos da cultura popular para representar os anos 1960 ou o espírito dessa época. Nesse sentido, é apresentada nos filmes 1969, Awakenings e Riding the Bullet, todos ambientados no ano de 1969, quando a canção obteve o auge de seu êxito. Também integra a trilha-sonora de "D'oh-in In the Wind", o sexto episódio da décima temporada de The Simpsons, no qual Homer decide seguir os passos da mãe e vira um hippie. No sexto episódio da segunda temporada de South Park ("The Mexican Staring Frog of Southern Sri Lanka"), a canção é usada durante uma cena de flashback retratando a Guerra do Vietnã, quando Jimbo e Ned se conheceram.

Também é comum para a canção ser utilizada em cenas românticas, como a mencionada acima no filme 1969. No sexto episódio da terceira temporada de Friends ("The One With the Flashback"), a canção é utilizada numa sequência em que Rachel fantasia, em seu sonho, com Chandler. Na cena final do nono episódio da quinta temporada de Will & Grace ("Marry Me A Little"), é utilizada para simbolizar a felicidade de Grace após se casar com Leo. Também está presente na cena de abertura do filme biográfico Bruna Surfistinha, em que a personagem de Deborah Secco ensaia uma dança provocante no papel da personagem.

"Time of the Season" é incluída anacronicamente numa cena da minissérie da NBC The '60s. A sequência deveria representar o ano de 1965, ou seja, dois anos antes da canção ser composta. Da mesma forma, é incluída no terceiro episódio da terceira temporada da série American Dreams ("So Long, Farewell"), que deveria representar o ano de 1966. As outras duas canções de maior sucesso dos Zombies nos Estados Unidos, "Tell Her No" e "She's Not There", também foram incluídas na série, entretanto, de forma menos anacrônica.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]