Tive Sim

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
"Tive Sim"
Canção de Cartola
do álbum Cartola
Lançamento 1974
Gênero(s) Samba
Gravadora(s) Discos Marcus Pereira
Composição Cartola
Faixas de Cartola
"Acontece"
(4)
"O Sol Nascerá"
(6)

"Tive Sim" é uma canção composta pelo sambista Cartola.

História[editar | editar código-fonte]

Composto na década de 1960, "Tive Sim" seria uma resposta aos ciúmes de sua companheira, Dona Zica,[1] onde o sambista abria seu coração, referindo-se a Donária, seu amor do passado. "Tive sim, outro grande amor antes do teu(...) mas compará-lo ao teu amor seria o fim/ e vou calar, pois não pretendo, amor, te magoar".[2]

Em 1968, organizadores sugeriram convidar Cartola para I Bienal do Samba, em São Paulo. A pedido de Flávio Porto (o "Fifuca", irmão de Sérgio Porto), o jornalista Arley Pereira foi ao Morro da Mangueira, Rio de Janeiro, para fazer o convite ao sambista. Lá, ouviu Cartola cantar três sambas inéditos para que escolhesse um, e o escolhido foi "Tive Sim", que seria interpretado por Ciro Monteiro.[2] Durante o Festival, esse samba foi vaiado pelo público presente no Teatro Record.[3] Mesmo assim, conquistou o quinto lugar, o que garantiu a Cartola um prêmio de 2 mil cruzeiros novos - o segundo maior de sua vida até então.[2]

Em 1974, o samba foi lançado no primeiro álbum de Cartola.

Referências

  1. Dona Zica, dama do samba e do morro - O Estado de S.Paulo, 22 de janeiro de 2003
  2. a b c Mello, Zuza Homem de (2010). A Era dos Festivais - Uma parábola. [S.l.]: Editora 34. 252 páginas. ISBN 85-7326-272-8 Verifique |isbn= (ajuda) 
  3. A Bienal do samba de 1968

Veja também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma canção é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.