Teatro Record

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Fachada atual do Teatro Record, em São Paulo.

Teatro Record é o nome dado hoje ao teatro pertencente à TV Record em São Paulo, capital do estado homônimo, Brasil. Realiza programas de auditório, como O Melhor do Brasil, Legendários, Tudo é Possível, Programa do Gugu e debates eleitorais. Neste auditório também ocorreu a cerimônia de inauguração da Record News, com participação de Edir Macedo, o então presidente Lula e o então governador José Serra. Está localizado, desde 1995, na rua da Várzea, 240, no bairro da Barra Funda.

História[editar | editar código-fonte]

O Teatro Record foi fundado em 9 de março de 1959, na rua da Consolação, no também bairro da Consolação. Na época, foi palco dos tradicionais musicais, mais notoriamente os festivais da MPB dos anos 60 e seriados como Família Trapo. Depois de sofrer um grande incêndio, o teatro foi desativado. Após ser reativado por um curto período no centro, foi transferido para o Jardim Aeroporto, com o nome de Teatro Paulo Machado de Carvalho onde permaneceu até 1995.

Sedes[editar | editar código-fonte]

  • Teatro Record Consolação (1959-1969)
Rua da Consolação, 2036 - Consolação
Rua Augusta, 973
  • Teatro Paulo Machado de Carvalho (1973-1995)
Avenida Miruna, 713 - Aeroporto
  • Teatro Record Barra Funda (1995-presente)
Rua da Várzea, 240 - Barra Funda

Ligações externas[editar | editar código-fonte]