Totò e Cleopatra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Translation to english arrow.svg
A tradução deste artigo está abaixo da qualidade média aceitável. É possível que tenha sido feita por um tradutor automático ou por alguém que não conhece bem o português ou a língua original do texto. Caso queira colaborar com a Wikipédia, cine e melhore este verbete conforme o guia de tradução.
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde maio de 2012). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde maio de 2012). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Totò e Cleopatra
 Itália
1963 •  cor •  100 min 
Realização Fernando Cerchio
Argumento Bruno Corbucci
Giovanni Grimaldi
Elenco Totò
Magali Noël
Género comédia cinematográfica
Idioma língua italiana
Página no IMDb (em inglês)

Totò e Cleopatra é um filme italiano de 1963 dirigido por Fernando Cerchio[1].


Sinopse[editar | editar código-fonte]

Marco António tem um irmão sósia chamado Totonno. Enquanto um morre de amores por Cleópatra, o outro é um sinistro traficante de escravos, que substitui o chefe nos momentos mais delicados. A contínua aparição, ora do verdadeiro, ora do falso, lança o caos; a rainha do Egipto não sabe mais o que fazer com a aparente dupla personalidade do homem que acreditava ter nas mãos; e o Senado anda às voltas com súbitas mudanças de intenções. É então que estala a guerra entre Roma e o Egipto e um dos irmãos é morto.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia tem os portais:

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme do cinema italiano é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.