Totò e le donne

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde maio de 2012). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Translation to english arrow.svg
A tradução deste artigo está abaixo da qualidade média aceitável. É possível que tenha sido feita por um tradutor automático ou por alguém que não conhece bem o português ou a língua original do texto. Caso queira colaborar com a Wikipédia, cine e melhore este verbete conforme o guia de tradução.
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde maio de 2012). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Pode encontrar ajuda no WikiProjeto Cinema.

Se existir um WikiProjeto mais adequado, por favor corrija esta predefinição. Este artigo está para revisão desde maio de 2012.

Totò e le donne
Totò e Lea Padovani em uma cena do filme
 Itália
1952 •  pb •  103 min 
Realização Steno, Mario Monicelli
Argumento Agenore Incrocci, Mario Monicelli
Elenco Totò, Lea Padovani, Ave Ninchi
Género Comédia
Idioma italiano (idioma)
Página no IMDb (em inglês)

Totò e le donne é um filme italiano de 1952, dirigido por Mario Monicelli e Steno.[1]

"Totò e as mulheres" na realidade foi dirigido sozinho por Steno já que a dupla Mario e Steno foi escolhida para escrever e dirigir dois filmes, entre eles "Os infiéis", sendo que Mario se dedica mais ao primeiro e Steno à Totò). É o primeiro de muitos filmes em que Toto e Peppino De Filippo aparecem juntos [2]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

A história começa no sótão do Cavaliere Filippo Scaparro (Totò), que faz um longo discurso contra o sexo feminino. Começa por falar da sua difícil relação com a esposa Giovanna (Ave Ninchi), de quem, para escapar, se refugia no sótão. A ocasião é propícia a revelar todos os defeitos do belo sexo, através de episódios narrados em flashback. Mulher, filha, empregada doméstica, amantes do passado, clientes do seu negócio, nenhuma escapa. A certa altura irrompe no sótão o futuro genro (Peppino De Filippo), que conta outras histórias que têm como protagonista a noiva. É então que acontece uma discussão entre marido e mulher, que a leva a abandonar o lar, não sem antes referir episódios do passado, os sacrifícios que fez por ele e para manter a família; estas confissões acabam por reconciliar o casal, no dia do casamento da filha.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Totò: cav. Filippo Scaparro

Ave Ninchi: Giovanna, la moglie

Giovanna Pala: Mirella, la figlia

Peppino De Filippo: dott. Paolo Desideri

Clelia Matania: Carolina, la cameriera

Franca Faldini: amante di Scaparro

Lea Padovani: Ginetta, la prostituta del tabarin

Alda Mangini: la signora dai gusti difficili

Mario Castellani: ragionier Carlini

Salvo Libassi: regista siciliano

Carlo Mazzarella: presentatore del concorso di bellezza

Primarosa Battistella: Antonietta

Pina Gallini: la suocera

Teresa Pellati: Irene, una prostituta del tabarin

Portal A Wikipédia tem os portais:

Referências

  1. My Movies
  2. «Totò E Le Donne -Totò~De Filippo~Ninchi- Film HD by Ost&MusicsForever - Dailymotion». Dailymotion (em espanhol). 1 de setembro de 2017. Consultado em 22 de janeiro de 2018. 
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme do cinema italiano é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.