Triângulo de Penrose

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde abril de 2017)
Por favor, melhore este artigo inserindo fontes no corpo do texto quando necessário.
O triângulo de Penrose

O triângulo de Penrose, também conhecido como a tribarra, é um objeto impossível. Foi criado pelo artista sueco Oscar Reutersvärd, em 1934. O matemático Roger Penrose o popularizou na década de 1950, descrevendo-o como "impossível em sua forma pura". Aparece proeminentemente nos trabalhos do artista M.C. Escher.

A tribarra parece ser um objeto sólido, feito de três barras entrelaçadas que se encontram aos pares nos ângulos retos dos vértices dos triângulos que formam.

Essa combinação de propriedades não pode ser realizada por qualquer objeto tridimensional. Mesmo assim, existem formas tridimensionais sólidas que, quando vistas de um certo ângulo, parecem ter todas as características citadas no parágrafo anterior.

O conceito do triângulo de Penrose pode ser estendido a outros polígonos, fazendo, por exemplo, o "Quadrado de Penrose", mas o efeito visual não é o mesmo.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Triângulo de Penrose