Truncamento

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Em matemática e ciência da computação, o truncamento é a limitação do número de dígitos à direita da vírgula decimal.

Truncamento e a função piso[editar | editar código-fonte]

No entanto, para números negativos o truncamento não arredonda no mesmo sentido, que a função piso: o truncamento sempre arredonda em direção ao zero, enquanto que a função piso arredonda em direção ao infinito negativo. Em vez disso, para um número dado, é usada a função

Causas do truncamento[editar | editar código-fonte]

Nos computadores, o truncamento pode ocorrer quando um número decimal sofre uma conversão de tipos para um número inteiro; neste caso, ele é truncado para zero casas decimais pois os variáveis inteiras não podem armazenar números reais não inteiros.

Em álgebra[editar | editar código-fonte]

Um análogo do truncamento pode ser aplicado aos polinômios. Neste caso, o truncamento de um polinômio P ao grau n pode ser definido como a soma de todos os termos de P de grau menor ou igual a n. O truncamentos de polinômios surge no estudo dos polinômios de Taylor, por exemplo.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Spivak, Michael (2008). Calculus 4th ed. [S.l.: s.n.] p. 434. ISBN 978-0-914098-91-1 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]