Ubiratan D'Ambrosio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ubiratan D'Ambrosio
Matemática
Nacionalidade  Brasileiro
Nascimento 8 de dezembro de 1932 (81 anos)
Local São Paulo
Atividade
Campo(s) Matemática
Prêmio(s) Prêmio Kenneth O. May (2001)

Ubiratan D'Ambrosio (São Paulo, 8 de dezembro de 1932) é um matemático e professor universitário brasileiro.

Doutor em matemática[1] , é um teórico da educação matemática e um dos pioneiros no estudo da etnomatemática.

Em 2001 foi laureado pela Comissão Internacional de História da Matemática com o Prêmio Kenneth O. May por contribuições à história da matemática.[2]

Em 2005, ganhou da Comissão Internacional de Instrução Matemática a medalha Felix Klein pelo reconhecimento de suas contribuições no campo da educação matemática. [3]

É professor emérito de Matemática da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Atualmente é professor do Programa Pós-Graduados em Educação Matemática da Universidade Bandeirante de São Paulo. Lecionou no programa de História da Ciência da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC); professor credenciado no Programa de Pós-Graduação da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo; professor do Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática do Instituto de Geociências e Ciências Exatas da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP); e professor visitante no Programa Sênior da FURB / Universidade Regional de Blumenau.

Seu nome figura como signatário de importantes documentos no mundo da ciência, como a Declaração de Veneza de 1986 e Carta da Transdisciplinaridade de 1994. Junto com Edgar Morin e Bassarab Nicolescu fundou o Centre International de Recherches et Études Transdisciplinaires (CIRET). [4] .

Referências



Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) matemático(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.